Siga-nos

Beleza e Saúde

61

Tempo estimado para a leitura: 2minuto(s) e 51segundo(s).

Nove sinais que indicam que precisa beber mais água

Já bebeu água hoje?

ubiie Redação

Publicado

em

Mais da metade do corpo humano é composto por água e necessitamos dela para viver. Por isso mesmo, o organismo dá alguns sinais importantes para além da sede que sentimos ao passar muito tempo sem ingerir água .

Veja nove sinais infalíveis para saber se seu corpo necessita de mais água (antes de sofrer de um caso sério de desidratação):

1. Boca e lábios secos

Quando está desidratado, há uma diminuição da produção de saliva e é isso que dá a sensação de boca seca. Atenção que essa pode ser também a causa de mau hálito.

2. Sente-se constantemente cansado

Como defesa contra a desidratação, o organismo diminui a irrigação de sangue para órgãos não vitais. Ou seja, os músculos podem começar a operar mais lentamente, fazendo com que se sinta cansado e sonolento.

3. Xixi mais escuro

A cor ideal da urina é de um amarelo bem claro ou transparente. Se o seu xixi estiver amarelo escuro ou laranja, é um sinal certeiro de que a sua urina está mais concentrada e nada saudável.

4. Dor de cabeça

A razão para aquela dor de cabeça incômoda no meio do dia pode ser justamente a falta de água. Especialistas acreditam que, com o baixo nível da substância, haja uma diminuição do sangue no cérebro e assim menos oxigênio na região.

5. Não produz lágrimas o suficiente

Assim como a saliva, as lágrimas podem ser um sinal de que os níveis de água no organismo estão baixos.

6. Pele seca

Melhor que qualquer creme, a água é um ótimo hidratante. Assim que o corpo está com níveis baixos de água, a pele sente e aparenta de imediato os efeitos.

7. Espasmos musculares

Espasmos podem ser comuns em quem não costuma beber muita água. Quando o músculo está sendo muito utilizado e os fluidos estão baixos, alguns movimentos involuntários podem ocorrer.

8. Cãibras

Vários elementos podem causar cãibras, e uma delas é desidratação e falta de sódio no corpo.

9. Sensação constante de fome (mesmo após comer)

A sensação de sede e fome vem da mesma região do cérebro, então este pode facilmente confundir as duas sensações. Ou seja, pode achar que está com fome mas, na verdade, pode precisar apenas de beber água.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Beleza e Saúde

Estudo associa enfarte à falta de perdão

“O mundo ocidental se refere ao coração como o centro das emoções”, afirma a psicanalista Suzana Avezum

ubiie Redação

Publicado

em

É comum ouvirmos que o perdão evita o aparecimento de doenças. Mas será que a crença tem respaldo científico? Pesquisa brasileira apresentada na semana passada no 40.º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) apontou uma relação entre dificuldade de perdoar e a ocorrência de enfarte agudo do miocárdio.

“O mundo ocidental se refere ao coração como o centro das emoções”, afirma a psicanalista Suzana Avezum, que tem 36 anos de carreira.

Depois de ter visto na prática os benefícios do perdão para a saúde emocional, Suzana partiu para a pesquisa. De 2016 a 2018, se debruçou no tema, em um mestrado na Universidade Santo Amaro, e focou no risco de desenvolver doenças cardiovasculares.

No estudo, 130 pacientes responderam a dois questionários elaborados pela psicanalista – um para avaliar a disposição para o perdão e outro sobre espiritualidade e religiosidade – algo que, segundo Suzana, interfere na disposição para perdoar. “Encontrei mais ocorrência de enfarte entre aqueles que têm dificuldade do perdão”, afirma a pesquisadora.

A pesquisa também avaliou os efeitos da espiritualidade. “Não foi avaliada nenhuma religião específica, pois, o que seria dos ateus? Tem pessoas que não acreditam em religião alguma e são mais espiritualizadas do que as que têm uma religiosidade rígida”, diz.

O estudo mostrou que, entre quem enfartou, 31% afirmaram ter tido perda significativa da fé. Entre quem não teve, o índice foi de 9%.

O empresário Adailton José Gedra, de 59 anos, sofreu um enfarte e um AVC nos últimos 15 anos. Além do estresse do trabalho e de hábitos que favorecem o aparecimento de doenças cardiovasculares, como fumar, ele associa os eventos a mágoas que carregou ao longo dos anos. “A fábrica quebrou quatro vezes e isso causou um grande estresse. Depois, ajudei algumas pessoas que, quando menos esperava, me apunhalaram pelas costas. Fiquei aborrecido e magoado. Mas, hoje, de coração, penso na minha saúde.”

Há um ano e meio, a professora Luciana Saad, de 42 anos, chegou a apresentar taquicardia e descobriu no perdão e na espiritualidade uma forma de melhorar. “Fiz um tratamento espiritual e passei a me policiar mais e a não guardar mágoa. Vi que só fazia mal para mim mesma.”

0
0
Continuar lendo

Beleza e Saúde

Pele ressecada: descubra as principais causas e como tratar

Podendo ser causado por fatores que vão desde hábitos diários até doenças, ressecamento da pele pode afetar até mesmo pessoas com a pele oleosa

ubiie Redação

Publicado

em

A pele oleosa é o tipo de pele mais comum entre a população brasileira. Porém, isso não quer dizer que o ressecamento da pele não seja um problema por aqui. Na verdade, é algo muito rotineiro e que afeta boa parte das pessoas, até mesmo aquelas que possuem a pele oleosa.

“Caracterizada por um desequilíbrio na quantidade de água presente na epiderme, a camada mais superficial do tecido cutâneo, o ressecamento da pele pode ser causado por uma série de fatores relacionados ao lugar em que a pessoa vive e a sua rotina, podendo então afetar homens e mulheres igualmente, mas tendo uma tendência maior a atingir idosos devido a diminuição da produção de óleos que ocorre com o avanço da idade”, afirma o dermatologista Dr. Jardis Volpe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

Afetando principalmente regiões como rosto, mãos, braços e a parte inferior das pernas, uma das principais causas da pele ressecada, por exemplo, é o hábito de tomar banhos prolongados com água muito quente. Isso por que a água quente facilita a remoção da camada de gordura que protege a pele e é responsável por manter a água no tecido. O problema ainda piora quando associado ao uso de certos tipos de sabonete, já que estes agem desengordurando a pele, favorecendo então a remoção da camada protetora do tecido.

“O clima frio também é um fator que contribui para o ressecamento da pele, pois a umidade do ar também cai junto com as temperaturas, o que faz com que a pele perca mais água para o ambiente. E mesmo durante os dias quentes precisamos tomar cuidado, já que a exposição constante ao ar condicionado também pode ressecar a pele”, alerta o dermatologista. “Em alguns casos, a pele ressecada também pode ser sinal de que algo está errado com seu organismo, já que algumas doenças, como dermatite atópica, psoríase, diabetes e hipertireoidismo, podem prejudicar a saúde de sua pele, causando ressecamento e descamação.”

Mas então o que deve ser feito para resolver o problema? Segundo o Dr. Jardis, o primeiro passo é descobrir o que está causando o ressecamento da pele. Se banhos quentes forem a causa, o ideal é passar a tomar banhos mais curtos e com a temperatura da água mais próxima da temperatura da nossa pele, ou seja, entre 35 e 36 graus. Já com relação ao uso dos sabonetes, o ideal para quem já possui a pele muito seca é usar o produto apenas nas axilas, nádegas e área genital. Mas para aqueles que não abrem mão do produto a opção é utilizar um sabonete líquido, que tende a ser mais delicado, ou sabonetes que contenham ativos hidratantes em sua formulação e que possuam uma concentração menor de detergentes.

“Em ambos os casos, e também quando o ressecamento é causado por fatores climáticos, é fundamental o uso de um bom hidratante, que deve ser escolhido de acordo com o seu tipo de pele e contar com ativos que promovam alta hidratação do tecido, como Hyaxel, ácido lático e ureia. O ideal é aplicar o produto logo após o banho, com a pele ainda úmida, para que seja melhor absorvido pelo tecido”, recomenda. “Por fim, em situações em que o ressecamento da pele é causado por doenças mais sérias o mais importante é que você consulte um dermatologista. Apenas ele poderá realizar uma avaliação de sua pele e indicar o que está causando o problema, recomendando então o melhor tratamento para cada caso.”

0
0
Continuar lendo

Beleza e Saúde

Conheça nove mitos e verdades sobre a saúde bucal

Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) propõe alerta sobre crenças populares no cuidado com a boca

ubiie Redação

Publicado

em

Para manter um sorriso saudável e bonito, muitas pessoas optam por seguir dicas que encontram na internet ou indicações de amigos próximos. Mas nem sempre essas informações estão corretas e ainda podem levar ao agravamento da saúde bucal e consequentemente da saúde geral, pois algumas doenças que afetam o organismo têm origem pela boca.

Para não arriscar e manter a saúde em dia, o primeiro passo a seguir é o acompanhamento do(a) cirurgião(ã)-dentista que será responsável por indicar medidas preventivas e realizar tratamentos necessários. Para esclarecer o tema, o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) listou alguns mitos e verdades sobre a saúde bucal. Confira a seguir:

Devo usar muito creme dental para escovar os dentes?

MITO. A impressão de que muito creme dental ajuda na limpeza dos dentes é um engano. Uma pequena quantidade é suficiente para uma ótima limpeza nos dentes, pois o recomendado é colocar o creme apenas dentro das cerdas da escova dental.

Segundo Luciana Scaff Vianna, da Câmara Técnica de Periodontia do CROSP, a limpeza mecânica (escova e fio dental) é a grande responsável pela higienização completa. Importante destacar que o creme dental precisa conter flúor em sua fórmula, pois o elemento é comprovadamente eficaz na prevenção da cárie.

Posso comer uma maçã e não escovar os dentes?

PARCIALMENTE MITO. Não é totalmente mito, pois comer uma maçã ajuda a limpar a superfície vestibular (frontal) dos dentes. Mas não é tão eficaz como realizar uma higiene bucal completa com o uso de escova, fio e creme dental. Ao passar o fio, possivelmente haverá restos do alimento entre os vãos do dente. A periodontista Luciana Scaff Viana reforça que “comer maçã é muito melhor que comer chocolate ou doces, mas nunca devemos substituí-la por uma escovação completa, pois sempre precisamos remover os resíduos dos alimentos”.

Mascar chiclete acaba com o mau hálito?

MITO. Apesar de mascarar o odor ruim, o chiclete não acaba com o problema. E nos casos em que o cheiro é muito forte, o sabor do chiclete pode se misturar ao cheiro e ser ineficiente. Rosileine Uliana, membro da Comissão de Halitogia do CROSP, destaca que existem mais de 40 causas para o mau hálito e para dar um basta no problema, é necessário o diagnóstico do(a) cirurgião(ã)-dentista. O profissional será o responsável pela identificação e realização do tratamento mais apropriado.

Creme dental com efeito branqueador clareia os dentes?

MITO. Somente o(a) cirurgião(ã)-dentista está apto para indicar um tratamento clareador. O mais recomendado é realizar o procedimento em consultório e seguir todas as instruções do profissional. O creme dental branqueador é indicado para a manutenção do clareamento. Alguns são muito abrasivos e removem apenas as manchas externas, assim dão a sensação de dentes mais brancos, mas, na verdade, riscam o esmalte dentário e muitas vezes deixam os dentes mais opacos (sem brilho).

Devo manter uma boa saúde bucal para não influenciar a minha saúde geral?

VERDADE. Assim como muitos sintomas de doenças sistêmicas se manifestam na boca, ela também é porta de entrada para essas doenças. Por isso, para manter uma boa saúde, é indispensável fazer uma higienização bucal de forma adequada com o uso de produtos indicados pelo(a) cirurgião(ã)-dentista. As consultas odontológicas também devem ser regulares, pois são nessas visitas que o profissional pode detectar problemas e indicar tratamentos.

Mulheres grávidas precisam dar mais atenção a saúde bucal?

VERDADE. Durante a gestação, a mulher se torna mais vulnerável a doenças bucais, como a cárie e a doença periodontal. Um dos motivos é o conjunto de alterações hormonais que modificam a saliva e o pH da boca. No pré-natal odontológico, o(a) cirurgião(ã)-dentista irá prevenir e tratar doenças orais, além de orientar as futuras mamães sobre aleitamento materno, hábitos saudáveis e higiene oral. Segundo a conselheira do CROSP Sofia Uemura, doenças na cavidade oral colaboram para desfechos negativos na gestação, como mortalidade perinatal e prematuridade, por isso, a saúde bucal da mãe interfere diretamente na saúde do bebê.

Antibióticos mancham os dentes?

PARCIALMENTE VERDADE. A tetraciclina é o único tipo de antibiótico com efeitos colaterais que podem comprometer os dentes. Ela costuma danificar o esmalte dos dentes e manchá-los – em alguns casos, alterando a cor para um tom acinzentado. Mas, esse efeito colateral representa perigo apenas para os dentes que estão em formação, isto é, entre o quarto mês de vida intrauterina e até aproximadamente os setes anos de idade.

Bicarbonato de sódio pode clarear os dentes?

MITO. Muito comum em receitas caseiras para clarear os dentes, o bicarbonato de sódio não é a melhor maneira de clarear os dentes. O produto é um abrasivo forte que atua como esfoliante, polindo a superfície externa e podendo causar desgaste aos dentes. Lembrando que o recomendado é fazer um tratamento clareador diretamente com o(a) cirurgião(ã)-dentista) e seguir todas as instruções do profissional.

O chá das folhas de batata doce pode curar a dor de dente?

MITO. Apesar da crença popular de que o chá tem ação anti-inflamatória, não há nenhuma evidência científica da sua eficácia. Para tratar a dor, é sempre recomendado que faça uma consulta com o(a) cirurgião(ã)-dentista. O profissional fará o diagnóstico da origem do problema e assim, tratá-la da forma mais adequada.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
107,38
JPY +0,19%
3,85
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
121,96
JPY +0,10%
4,37
BRL –0,10%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
1.275.889,02
JPY +1,10%
45.708,75
BRL +0,91%

Tokyo
28°
Partly Cloudy
WedThuFri
28/21°C
27/23°C
31/19°C

São Paulo
18°
Fair
TueWedThu
min 17°C
28/18°C
25/16°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana