Siga-nos

Esportes

212

Tempo estimado para a leitura: 1minuto(s) e 28segundo(s).

Lutadora do UFC reage a assalto e domina ladrão com ‘mata-leão’

A arma que o suspeito portava era de papelão

ubiie Redação

Publicado

em

Um ladrão que tentou roubar o celular da lutadora Polyana Viana, do UFC, não teve um final feliz. A vítima, ao perceber que o suspeito não teria tempo suficiente para sacar a arma, reagiu ao assalto, no último sábado (5), em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. O rapaz terminou sendo dominado por Polyana, que esperava um Uber na porta de casa.

“Quando ele viu que eu tinha percebido a presença dele, ele estava bem perto de mim. Ele me perguntou as horas. Eu disse, mas vi que ele não foi embora. Então pus o celular na minha cintura. Aí me me disse: ‘Me passa o celular. Não tente reagir, estou armado’. Ele pôs a mão sobre o parecia ser uma arma, mas percebi que estava maleável. Ele estava bem perto de mim. Foi quando pensei: se é uma arma, ele não terá tempo de sacá-la. E dei dois socos e um chute. Ele caiu e o detive com um mata-leão”, explicou a lutadora.

Segundo informações do “O Globo”, o ladrão foi mantido dominado com uma chave de braço até a chegada a polícia. Ainda conforme a reportagem, a “arma” era feita de papelão.


Assaltante disse que estava armado quando abordou a lutadora do UFC


Polyana reagiu ao assalto com socos, chutes e, por fim, um mata-leão

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Futebol

Uso do spray no futebol causa ação na Justiça contra a Fifa

O spray está sendo usado em todos os 26 duelos da Copa América

ubiie Redação

Publicado

em

O torcedor brasileiro se desacostumou a ver os árbitros utilizando spray para marcar barreiras durante as partidas de futebol no País. Desde o fim de 2017, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) proibiu o uso do produto em todas os jogos organizados pela Fifa, mas a entidade máxima do futebol ignora a medida. O mesmo acontece com a Conmebol. Com isso, o spray está sendo usado em todos os 26 duelos da Copa América.

A polêmica teve início depois da Copa do Mundo de 2014, também realizada no Brasil. Os criadores do spray, o mineiro Heine Allemagne e o argentino Pablo Silva, dizem que tinham um acordo com a Fifa pelo reconhecimento da tecnologia. No entanto, a entidade voltou atrás e passou a utilizar produtos de outros fornecedores.

“A Fifa ficou completamente hostil e não cumpriu as promessas feitas. Ela fez um programa convocando todos os ‘piratas’ do mundo e começou a usar o spray de outras empresas”, lamenta Heine. “É triste e revoltante. Me dediquei nisso durante 15 anos, seria natural uma premiação, algum retorno. A hora que a Fifa roubou a ideia, fiquei sem chão”, acrescenta.

A expectativa de Heine e Pablo era receber US$ 40 milhões (R$ 156 milhões) da Fifa. A empresa deles, a Spuni Comércio de Produtos Esportivos e Marketing Ltda, é dona da patente registrada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Ao todo, tem patentes registradas em 44 países.

Sem acordo com a Fifa, eles decidiram entrar com um processo no TJ-RJ exigindo uma indenização de US$ 100 milhões (R$ 390 milhões). A decisão do juiz Ricardo Lafayette Campos no fim de 2017 determinou uma multa de US$ 15 mil (R$ 58 mil) por cada evento que o spray for utilizado.

“Não há qualquer questão a ser dirimida a sua propriedade e, portanto, o spray é exclusivo do mesmo, sendo vedado a qualquer outro o fabrico do mesmo. Mas não é só. Há vasta comprovação de que após o invento, o réu violou a boa-fé objetiva contratual ao induzir o autor a não buscar empresas para tornar o invento, um item com produção em escala mundial, afirmando que o mesmo compraria a patente quando, na verdade, estava apenas, ao menos em sede de cognição sumária, ganhando tempo para negociar com terceiros spray semelhante ou simplesmente violar a patente do autor, ou não lhe dando a autoria correta (…) A violação do “fair play”, inclusive um lema de propaganda da Fifa, resta evidenciado, o que o Poder Judiciário não tolera”, alegou o juiz.

Procurada, a Fifa se limitou a dizer que continua utilizando o spray em suas competições e que não tem responsabilidade sobre torneios organizados por outras entidades, como a Conmebol com a Copa América.

O processo ainda está em primeira instância, e os advogados da Spuni acreditam que será longo. De acordo com eles, a multa ultrapassa os R$ 50 milhões por conta do uso do spray nas partidas desde o ano passado até agora. A Fifa já tentou reverter a decisão do juiz, mas sem sucesso.

SÓ CBF OBEDECE – Enquanto o spray é usado mundo afora, os árbitros dos campeonatos nacionais e regionais não utilizam o produto. A CBF esbarra no preço de sprays produzidos por empresas estrangeiras, além de impostos e taxas de importação. A entidade não chegou a um acordo com Heine e Pablo por divergências nas condições de comercialização.

0
0
Continuar lendo

Futebol

PSG quer 300 milhões de euros para liberar Neymar ao Barcelona

O clube francês quer receber 300 milhões de euros (cerca de R$ 1,3 bilhão) pela transferência

ubiie Redação

Publicado

em

O Paris Saint-Germain definiu o preço para liberar o atacante Neymar para voltar ao Barcelona. Segundo o jornal francês Le Parisien, o clube francês quer receber 300 milhões de euros (cerca de R$ 1,3 bilhão) pela transferência.

O brasileiro foi contratado pelo PSG por 222 milhões de euros (R$ 819 milhões), valor de sua multa rescisória à época, há dois anos. O time francês promete fazer jogo duro para liberá-lo.

A informação do “Le Parisien” foi publicada poucas horas depois de o jornal Mundo Deportivo revelar que o jogador pediu ao presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, para ser negociado. Segundo o periódico catalão, Neymar enviou uma mensagem para o mandatário com o seguinte teor: “Não quero jogar mais aqui. Quero voltar à minha casa de onde nunca devia ter saído”.

O pedido teria sido feito antes de Nasser Al-Khelaifi conceder entrevista à revista “France Football”, quando citou nominalmente o atacante, dizendo que ele “não foi obrigado a assinar contrato com o PSG” e que não “queria mais nenhum comportamento de celebridade” no clube.

O Barcelona estuda uma maneira de viabilizar o negócio sem ter de arcar com o valor exigido pelo PSG. O presidente Josep Maria Bartolomeu gostaria de envolver alguns jogadores como Umtiti, Dembélé e Rakitic, além de uma quantia considerável em dinheiro. Apenas os três jogadores valeriam cerca de R$ 1 bilhão.

Até Lionel Messi entrou na negociação, segundo o jornal El Mundo. O argentino teria pedido ao presidente do Barcelona para esquecer o atacante francês Antoine Griezmann, que já teria um acordo com o time catalão e anunciou sua saída do Atlético de Madrid, e se esforçar para contratar o amigo Neymar.

Com uma lesão no tornozelo direito e sob os holofotes por causa das acusações de agressão e estupro pela modelo Najila Trindade, Neymar deve viver dias agitados até que o seu futuro dentro de campo seja definido.

0
0
Continuar lendo

Esportes

Polícia de São Paulo monta operação especial para depoimento de Neymar

O atacante vai dar sua versão para o crime que teria acontecido em Paris

ubiie Redação

Publicado

em

A Polícia Civil de São Paulo prepara uma operação especial para receber Neymar na tarde desta quinta-feira na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo. O atacante vai depor sobre a acusação de estupro feita pela modelo Najila Trindade e registrada no dia 31 de maio. O crime teria acontecido em Paris.

Neymar deve chegar de helicóptero do Rio de Janeiro e utilizar o heliponto do Hotel Transamérica. Do hotel, ele seguirá de comboio até a delegacia. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) deve interditar apenas um quarteirão da rua Padre José de Anchieta, uma das vias mais movimentadas de Santo Amaro. O horário de chegada à delegacia não foi divulgado com precisão. Está agendado entre 15h e 16h.

O atacante vai entrar por um prédio da 11ª Delegacia de Polícia, prédio vizinho à delegacia da mulher e que se coloca no mesmo imóvel. Ele não deve ter contato com a imprensa na chegada. Investigadores revelam que ele deverá fazer um breve pronunciamento na saída da delegacia. Uma estrutura com cavaletes vai isolar a única entrada da delegacia. Cinquenta policiais vão atuar apenas na parte interna da delegacia. O Grupo de Operações Especiais da polícia estará na delegacia para garantir a segurança e restringir o acesso ao local.

O esquema já estava montado na noite desta quarta-feira, véspera do depoimento. A imprensa não teve acesso à entrada da delegacia, espaço que foi ocupado nos depoimentos dados nos dias anteriores, como o da própria Najila Trindade, na última sexta-feira. No depoimento da modelo, houve tumulto e empurra-empurra entre os jornalistas.

Esse será o segundo depoimento de Neymar sobre o caso. O primeiro aconteceu no Rio de Janeiro, em 6 de junho, quando o atleta falou na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática por causa do vazamento de imagens íntimas da modelo.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
107,38
JPY +0,19%
3,85
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
121,96
JPY +0,10%
4,37
BRL –0,10%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
1.275.889,02
JPY +1,10%
45.708,75
BRL +0,91%

Tokyo
28°
Partly Cloudy
WedThuFri
28/21°C
27/23°C
31/19°C

São Paulo
18°
Fair
TueWedThu
min 17°C
28/18°C
25/16°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana