Siga-nos

Famosos

165

Tempo estimado para a leitura: 3minuto(s) e 21segundo(s).

Marilyn Manson faz 50 anos e continua ainda mais excêntrico

Confira alguns fatos sobre o cantor, cujo nome verdadeiro é Brian Hugh Warner

ubiie Redação

Publicado

em

O cantor americano Marylin Manson, cujo nome verdadeiro é Brian Hugh Warner, completa 50 anos neste sábado (5). Muitos anos se passaram desde que o seu primeiro disco foi lançado, “Portrait of an American Family” (1994), mas o seu rosto maquiado e sombrio continua o mesmo.

Há três anos, em uma entrevista que concedeu ao jornal inglês The Guardian, Manson relembrou traumas de infância e fez um balanço de sua vida. Ele contou que o nome artístico foi criado antes mesmo dele se tornar um músico.

“Criei um mundo falso talvez porque eu não gostava daquele em que eu vivia. Mas foi isso que me fez fazer música”, afirmou o cantor, que nasceu no estado de Ohio.

O nome artístico do músico é uma mistura de Marilyn Monroe (1926-1962) e Charles Manson, um dos criminosos mais famosos do século 20 nos Estados Unidos, morto em 2017.

Mesmo ciente de seus problemas, Manson se mantém o mesmo excêntrico. Ele já foi vítima de muitas lendas e “fake news”, mas muitas outras coisas bizarras já foram confirmadas.

Será que ele realmente retirou algumas de suas costelas para alcançar o seu pênis com mais facilidade? Animais já foram mortos em seus shows? Isso não se sabe. A única certeza é que ele não é o Paul da série “Anos Incríveis” (1988-1993) -ele só era muito parecido com o ator Josh Saviano.

VEJA ALGUNS FATOS SOBRE O CANTOR

1.Ele assediou um segurança como parte da ‘perfomance’ de um show

Em 2001, Manson respondeu à Justiça depois de usar um dos seguranças de seu show como parte de suas performances polêmicas. “Manson supostamente se aproximou de um guarda de segurança de 25 anos por trás enquanto se masturbava durante um show em Clarkston, subúrbio de Detroit.

O roqueiro cuspiu no guarda, enrolou as pernas ao redor da cabeça e do pescoço do homem e girou contra ele”, segundo a revista Billboard. Manson pagou uma multa de US$ 4.000.

2. Criticou o pai que foi veterano de guerra do Vietnã

Em entrevistas, Manson chegou a chamar o pai de “assassino em massa” por ter matado vítimas em guerras. Como crítica, tocou para o pai a sua música própria música “Killing Strangers” (“Matando Estranhos”).

Os dois acabaram se entendo nos últimos anos, até a morte de Hugh Warner, em 2017.

3. Ele continua revelante, segundo Billy Corgan

Críticos afirmam que Manson não ficou parado nos anos 1990 e está sempre usando a música para fazer críticas à sociedade. “Ele é um visionário, de certa forma, porque ele identificou uma cultura que estava chegando. Agora, esssa cultura está em toda a parte”, afirmou Billy Corgan, líder do Smashing Pumpkins, em 2014.

4. Ele continua fazendo coisas bizarras

No ano passado, Manson afirmou que fazia xixi na comida dos músicos da band Korn, com quem ele viajava pelo mundo em turnê. Os músicos da banda podem ter descoberto isso pela imprensa -não sabemos.

5. Ele fumou ossos humanos

O próprio músico revelou esse fato durante uma entrevista à revista americana High Times. Ele ligou para o repórter depois da entrevista e disse: “Esqueci de contar sobre quando eu fumei ossos humanos.”

O cantor disse que havia um terreno perto de sua casa em que era possível coletar ossos como se fosse colher morangos. “Eles trituraram os pedaços e colocaram tudo num cachimbo. E aí fumamos. Era terrível. Cheirava a cabelo queimado, dava uma baita dor de cabeça e deixava os olhos vermelhos.”

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Famosos

Madonna diz que Instagram surgiu para fazer as pessoas se sentirem mal

A cantora disse que a plataforma faz com que seus utilizadores estejam constantemente se comparando com os outros

ubiie Redação

Publicado

em

Assim como outras celebridades, a cantora Madonna também tem um perfil no Instagram, que é atualmente seguida por mais de 13 milhões de pessoas. No entanto, e apesar de usar esta plataforma para promover o seu trabalho e para mostrar alguns momentos mais pessoais que passa em família, a verdade é que para a artista esta rede social foi criada para fazer as pessoas se sentirem mal.

“Você se compara aos outros. Acho que o Instagram foi criado para fazer te sentir mal. As pessoas são escravas para ganhar a aprovação dos outros”, afirmou a ‘rainha da pop’ em entrevista ao jornal ‘The Sun’. Neste sentido, a cantora se considera sortuda uma vez que conseguiu viver na era que antecipou a Internet.

Madonna acredita ainda que teve a oportunidade de se formar enquanto ser humano sem estar debaixo de pressão ou julgamento social que a rede impõe.

0
0
Continuar lendo

Famosos

Ratinho e SBT terão de pagar R$ 200 mil a padres por reportagem falsa

Os padres foram acusados de infringir o celibato e acabaram entrando na justiça

ubiie Redação

Publicado

em

O SBT e o apresentador Ratinho foram condenados pela Justiça e terão de indenizar dois padres por danos morais por uma reportagem veiculada em 1999. O artista e a emissora pagarão R$ 200 mil (corrigidos) aos religiosos da cidade de Astorga, no Paraná, após decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Segundo informações do ‘Folha de S. Paulo’, a reportagem exibida por Ratinha falava que uma moradora da cidade havia deixado o marido para viver com o padre que celebrou seu casamento, mas a notícia era falsa. Além disso, as imagens mostraram um outro padre da mesma cidade.

Os religiosos processaram o programa e a Justiça levou em conta “a imprudência dos apelantes ao transmitir ao vivo matéria ofensiva à honra dos apelados, o sofrimento ocasionado às vítimas e a repercussão em cadeia nacional de televisão, em horário nobre”, escreveu o ministro na decisão. O caso ficou ainda mais grave por envolver padres acusados de infringir o celibato, informou o documento.

Até o momento, nem a emissora ou o apresentador comentaram a decisão da justiça.

1
0
Continuar lendo

Famosos

Paulo Betti é acusado de racismo por atores da Globo

O ator foi convocado a prestar esclarecimentos na justiça

ubiie Redação

Publicado

em

O ator Paulo Betti acabou se envolvendo em uma confusão e foi acusado de racismo por colegas de trabalho da Globo. No entanto, o caso acabou indo parar na justiça e o artista terá que se explicar.

O juiz Daniel Werneck Cotta, da 33 Vara Criminal do Rio, determinou o prazo de 15 dias para o ator se manifeste e apresente sua defesa pelo crime de injúria racial. A ação ainda é assinada pelos atores Cosme dos Santos e Jorge Coutinho.

Tudo começou quando Paulo Betti, supostamente, fez uma postagem em um grupo do WhatsApp de atores da emissora carioca, no qual o teor foi considerado racista. Sendo assim, o ator será intimado para prestar sua defesa. Após Paulo Betti se manifestar, o Ministério Público tomará a decisão de proceder com a acusação penal ou não.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
107,68
JPY –0,41%
3,84
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
121,71
JPY +0,19%
4,34
BRL +0,59%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
999.070,98
JPY –0,54%
35.619,82
BRL –0,13%

Tokyo
23°
Partly Cloudy
ThuFriSat
min 20°C
27/21°C
27/19°C

São Paulo
21°
Fair
ThuFriSat
23/16°C
22/15°C
24/14°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana