Siga-nos

Brasil

57

Tempo estimado para a leitura: 1minuto(s) e 18segundo(s).

Jovem é morto com cinco tiros durante festa do curso de direito na UnB

A vítima foi atingida por cinco disparos e teve pertences roubados em seguida

ubiie Redação

Publicado

em

Uma festa do curso de Direito da Universidade de Brasília (UNB), no estacionamento da unidade de ensino, terminou em tragédia, na madrugada desta sexta-feira (2). Um jovem de 19 anos foi morto a tiros por, supostamente, três homens armados. A vítima foi atingida por cinco disparos e teve pertences roubados em seguida.

Procurado pelo G1, o delegado responsável pelo caso, Laércio Rossetto, disse que o rapaz, que não era aluno do estabelecimento, tinha passagens pela polícia. “Foi uma execução”, declarou. “Agora tudo indica que os executores já eram conhecidos da vítima.”

“Tudo indica também que já havia uma rivalidade e que eles se conheciam. Tanto é que houve troca de ofensas e foi quando o autor atirou diversas vezes”, acrescentou Rosseto. Ninguém foi preso até o momento.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Política

Ernesto Araújo será ministro das Relações Exteriores de Bolsonaro

Diplomata é diretor do departamento responsável por relações com os EUA no Itamaraty

ubiie Redação

Publicado

em

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou que o embaixador Ernesto Araújo será seu ministro das Relações Exteriores.

“A política externa brasileira deve ser parte do momento de regeneração que o Brasil vive hoje. Informo a todos a indicação do Embaixador Ernesto Araújo, diplomata há 29 anos e um brilhante intelectual, ao cargo de Ministro das Relações Exteriores”, escreveu Bolsonaro em uma rede social.

Araújo é diretor do Departamento dos Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos.

A escolha de um chanceler era vista como prioridade da semana para a equipe de transição.

Bolsonaro já coleciona algumas polêmicas em Relações Exteriores. A primeira delas se deu após ter anunciado que transferiria a embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém.

A promessa de campanha acabou sendo revista pelo presidente eleito, que disse semana passada que isso ainda não está definido.

Porém, a intenção de fazer o mesmo que o governo dos EUA de Donald Trump já trouxe impacto negativo para o Brasil. A comunidade árabe, com quem o país tem estreita relação comercial, especialmente na exportação de carnes, mostrou preocupação.

A viagem de uma comitiva brasileira ao Egito foi cancelada de última hora. No meio diplomático, isso foi visto como retaliação às declarações de Bolsonaro.

O presidente eleito também teve de rever declarações que fez sobre a China, um dos principais parceiros comerciais do Brasil. Ele vinha dizendo que os chineses queriam comprar todo o território brasileiro e ameaçou interromper os negócios com o país asiático.

Depois de encontro com embaixador chinês, ele deu entrevistas dizendo que manteria os negócios, mas sem viés ideológico.

Houve ainda um impasse com a Noruega depois que seu futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que o país escandinavo tinha muito a aprender com o Brasil sobre preservação.

A Noruega é o principal financiador internacional para a preservação da floresta amazônica. As declarações do aliado de Bolsonaro levaram à reação do embaixador norueguês no Brasil que, pelo Twitter.

Nils Martin Gunneng disse ter orgulho da parceria com o Brasil, que dura dez anos.

0
0
Continuar lendo

Política

Corte Especial do STJ deve julgar recurso de Lula no dia 5 de dezembro

No agravo, Lula contesta decisão da ministra Maria Thereza de Assis Moura, que negou o envio de um recurso extraordinário para o Supremo Tribunal Federal (STF)

ubiie Redação

Publicado

em

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve julgar no dia 5 de dezembro um agravo regimental (recurso) apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso e condenado no âmbito da Operação Lava Jato.

No agravo, Lula contesta decisão da ministra Maria Thereza de Assis Moura, vice-presidente do STJ, que negou o envio de um recurso extraordinário para o Supremo Tribunal Federal (STF).

O julgamento da Corte Especial do STJ vai se concentrar em questões processuais e técnicas, ou seja, os ministros vão discutir se o recurso extraordinário de Lula deve ir ou não ao Supremo, sem avançar em questões de mérito.

0
0
Continuar lendo

Brasil

Brasil registra mais de 38 mil mortes violentas em nove meses

Só em setembro, o país registrou 3.721 homicídios

ubiie Redação

Publicado

em

O Brasil teve mais de 38 mil mortes violentas nos primeiros nove meses deste ano. Só em setembro, o país registrou 3.721 homicídios. Esse número ainda pode aumentar, já que dois estados, Maranhão e Paraná, não divulgaram dados desse mês.

De acordo com informações da ferramenta criada pelo G1, os números contabilizados são referentes a homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

Procurados, os estados do Maranhão e Paraná justificaram o porquê não divulgaram o balanço de setembro, além de outros meses. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública maranhense, os dados de setembro ainda estão sendo consolidados e só deverão ser divulgados no fim do ano, “obedecendo ao prazo de três meses legalmente estabelecido”.

Já o Paraná, segundo a Secretaria de Segurança Pública, os dados (dos três meses) ainda estão sendo tabulados para posterior homologação e divulgação.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
112,83
JPY –0,65%
3,75
BRL –0,89%
1EUR
Euro. European Union
=
128,58
JPY –0,03%
4,27
BRL –0,27%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
626.242,22
JPY –1,35%
20.816,52
BRL –1,59%

Tokyo
12°
Cloudy
FriSatSun
min 10°C
19/10°C
16/11°C

São Paulo
24°
Cloudy
FriSatSun
26/16°C
28/19°C
31/19°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana