Siga-nos

Famosos

138

Tempo estimado para a leitura: 1minuto(s) e 25segundo(s).

‘Fui agredida por ser negra e beijar mulher’, diz Andressa Alves

Modelo do reality ‘De Férias com o Ex Brasil’, da MTV, levou chutes e socos em SP

ubiie Redação

Publicado

em

A modelo Andressa Alves, conhecida pelo reality show “De Férias com o Ex Brasil”, da MTV, foi vítima de racismo e afirmou que foi agredida com chutes e socos por ser vista beijando uma mulher após sair de uma balada em São Paulo.

Ela disse ao UOL que dois homens a abordaram na saída da casa noturna e a ofenderam por vê-la trocando carinhos com uma amiga. As duas estavam acompanhadas de seus namorados. A modelo afirmou que os homens começaram a xingá-la com palavras racistas e homofóbicas.

“Nisso meu namorado e o namorado da minha amiga, que não se importam de a gente se beijar, perguntaram o que estava acontecendo e rolou uma discussão. Os seguranças da casa mandaram os homens embora só que eles esperaram e jogaram o carro deles na frente do nosso. Os dois saíram do veículo, nossos namorados também e começaram a briga. Quando fui tentar apartar, os dois homens partiram para cima de mim e me espancaram, me deram uma surra com chutes na cara, na cabeça, no meu peito. Depois fugiram. Fiquei toda roxa e uns três dias com dificuldade para respirar”, contou Andressa.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Famosos

Confira cinco pontas de destaque que Stan Lee fez em filmes

Todas as aparições foram breves e superam por pouco a figuração

ubiie Redação

Publicado

em

O quadrinista Stan Lee, morto nesta segunda-feira (12), fez aparições em todos os 20 filmes da Marvel Studios lançados até hoje. Não só. Mesmo nos filmes do universo Marvel que não são do estúdio, como os Homem Aranha da Sony e os X-Men, Wolverine e Deadpool da Fox.

Todas foram breves e superam por pouco a figuração, mas enquanto algumas tiveram alguma relevância na história – como o empurrãozinho moral a Peter Parker em “Homem Aranha 3”- outras têm até um significado que transcendem o filme. Confira cinco das mais representativas aparições no cinema do mais célebre criador de super-heróis:

“Homem de Ferro 1 e 2” (2008 e 2010)

A ponta de Stan Lee nos dois primeiros filmes da franquia consiste em ser confundido pelo bilionário Tony Stark, o protagonista, com outros célebres anciões, Hugh Hefner, o criador da Playboy que vivia acompanhado de mulheres décadas mais jovens, e o apresentador de televisão Larry King.”Capitão América: Guerra Civil” (2016).

O “troco” de Lee com Stark ocorre no final do filme, quando o quadrinista representa um entregador de correspondência que procura por um certo Tony “Stank” -algo como “Tony fedia”, para a diversão do colega James Rhodes.

Homem Aranha 3 (2007)

Na franquia do Homem Aranha dirigida por Sam Raimi, Lee aparece como uma pessoa de caráter nobre. Após fazer um herói anônimo nos dois primeiros longas, salvando inocentes de detritos, no terceiro seu papel é mais significativo. Lee passa mensagem simbólica ao protagonista, então questionando o seu papel como super-herói. Ao ver um letreiro que dá a notícia de que o Homem-Aranha seria condecorado, Peter Parker ouve do senhor que por ali passava: “Acho que uma pessoa pode sim fazer a diferença”. A frase ressoa no legado cultural do criador de super-heróis.

Guardiões da Galáxia Vol. 2 (2017)

Durante uma espécie de ricochete espacial, os personagens são lançados por um portal ao céu de um planeta ermo, para já serem absorvidos novamente. No solo, o quadrinista contava aos Vigias -raça alienígena de observadores do universo- de quando foi entregador da FedEx, menção ao papel em “Guerra Civil”. A frase tem duas interpretações pelos fãs e críticos. Uma é a de que ele é, como os Vigias, uma entidade que acompanha todos os acontecimentos, fazendo interferências apenas pontuais, como a em Homem-Aranha 3. A outra é a de que ele, afinal, está acima do universo que criou.

X-Men: Apocalipse

Quando todo o arsenal nuclear da Terra é lançado para a estratosfera pelo vilão Apocalipse para desarmar a humanidade, Lee e a mulher, Joan, aparecem como um aterrorizado casal de humanos. Joan morreu em 2017, após 70 anos de casamento.

0
0
Continuar lendo

Famosos

Silvio faz previsão: ‘Bolsonaro fica 8 anos no poder e Moro mais 8’

Bolsonaro reforçou a importância de Moro em seu futuro governo

ubiie Redação

Publicado

em

Franco apoiador do governo Bolsonaro, o dono do SBT sinalizou mais uma vez a simpatia pelo presidente eleito ao conversar com ele durante o Teleton, campanha da emissora para arrecadar fundos para a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD).

“Nesses 20 e poucos anos que eu faço o Teleton, é a primeira vez que um presidente me dá esse prazer. Gostaria de cumprimentá-lo, parabenizá-lo. Sei que o Brasil não é um peso leve. Sei que o Brasil precisa de um presidente que tenha vontade de acertar. E o senhor, nas primeiras medidas que tomou, começou acertando”, elogiou o apresentador.

Silvio ainda previu que Bolsonaro ficará oito anos no poder e o seu futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, também terá vida longa à frente do país. “O Moro pode ficar mais oito. Então, o Brasil vai ter 16 anos com homens que têm vontade de fazer o Brasil caminhar”, disse Silvio.

Diante dos elogios, Bolsonaro reforçou a importância de Moro em seu futuro governo e aproveitou para pedir doações para a campanha do SBT.

0
0
Continuar lendo

Famosos

Fernanda Montenegro sobre Bolsonaro: ‘Ele não está lá por um milagre’

Na visão da atriz, quem votou no candidato do PSL não quer exatamente a volta do autoritarismo, mas, sim, que a sociedade melhore

ubiie Redação

Publicado

em

A atriz Fernanda Montenegro, de 89 anos, que foi ameaçada de morte durante a ditadura militar, falou ao UOL pela primeira vez sobre Jair Bolsonaro, eleito presidente do Brasil em segundo turno no último domingo (28).

“Eu não posso falar sobre o futuro. Eu posso falar sobre o presente. Ele não está lá por um milagre. Os brasileiros votaram mais nele do que no outro candidato. A pergunta é: corresponderá este homem a este voto de credibilidade que a maioria deu a ele?”, disse a atriz ao UOL.

Para Fernanda, quem votou no candidato do PSL não quer exatamente a volta do autoritarismo, mas, sim, que a sociedade melhore.

“Não acredito que quem deu um voto a ele exija que ele vire um fascista enlouquecido, porque se isso acontecer, haverá uma reação. Senão estaríamos em um regime militar até hoje. Demorou muito para acabar [a ditadura], mas acabou.”

“Eu não quero falar de Bolsonaro, eu quero falar sobre este voto de credibilidade para que todo um atendimento social exista. Que a saúde exista, o saneamento básico, a creche, os empregos existam. [Ele] Está chegando ao poder porque existem milhões de desempregados”, afirmou.

Fernanda continuou: “Eu sei que, se não houver uma correspondência, uma harmonia e um atendimento nas necessidades sociais, [a credibilidade] pode parar no meio do caminho.”

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
112,72
JPY –0,75%
3,74
BRL –1,29%
1EUR
Euro. European Union
=
128,56
JPY –0,05%
4,26
BRL –0,59%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
628.064,37
JPY –1,06%
20.814,12
BRL –1,61%

Tokyo
12°
Cloudy
FriSatSun
min 10°C
19/10°C
16/11°C

São Paulo
24°
Mostly Cloudy
FriSatSun
25/16°C
27/19°C
31/19°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana