Siga-nos

Tecnologia

259

Tempo estimado para a leitura: 3minuto(s) e 12segundo(s).

3 mudanças que a inteligência artificial trará para a educação

Confira as principais inovações da tecnologia na área educacional

ubiie Redação

Publicado

em

Indiscutível o fato de que a tecnologia veio para ficar e que sua constante evolução permite uma revolução em todas as áreas, incluindo a educacional. E é sobre este assunto que o Líder de Eficácia da Pearson, Gustavo Reis, aborda no primeiro episódio do podcast produzido pela Pearson, em parceria com o Braincast (B9), para discutir tecnologia e o futuro da educação.

Uma das principais barreiras que a tecnologia tem que vencer para estar cada vez mais conectada com as salas de aula, é a de aceitação e adaptação da maior parte dos pais e professores. “Como os pais dos alunos de hoje aprenderam de uma maneira diferente, somente com material didático e professor na sala de aula, há uma certa resistência quanto a integração da tecnologia na sala de aula para potencializar o aprendizado”, conta o especialista da Pearson.

Não somente os pais dos alunos, mas os professores também sentem dificuldades de colocar a tecnologia de maneira apropriada dentro da sala de aula. Isso porque eles percebem que a realidade dentro dos ambientes escolares é muito diferente do que ouvem de seus professores durante a licenciatura.

Já estamos dando os primeiros passos rumo a essa integração. Por isso, Gustavo Reis cita três grandes transformações que a tecnologia pode fazer no ambiente educacional. Confira:

Gestão Escolar

Com o advento da inteligência artificial, a gestão escolar tende a ficar cada vez mais eficaz e facilitada. Isso porque pode trazer importantes dados que, transformados em insights, fazem com que seja possível entregar uma melhoria contínua no resultado dos alunos. “Você consegue focar no problema, entendendo onde estão os maiores gaps de aprendizado e onde é necessário concentrar os esforços para melhorar os resultados dos alunos em vestibulares, ENEM e também em suas avaliações rotineiras”, explica Gustavo.

Personalização

Todos os indivíduos são diferentes e possuem habilidades únicas. Assim, ter um aprendizado personalizado, voltado para o desenvolvimento de seus pontos mais fracos e reforçando aquelas áreas em que se tem mais domínio, torna-se importante para explorar o potencial de cada um. “Com um ensino adaptativo é possível potencializar o aprendizado e elevar de maneira natural o conhecimento adquirido de cada estudante. A tecnologia nos ajuda a entender as especificidades de todos os alunos e compreendendo isso, os professores passam a atuar de maneira mais eficaz”.

Facilitador/curador

Nessa nova era em que as crianças são nativas digitais e recebem informações de diversas fontes, o professor terá um novo papel: o de facilitador/curador. Isso porque as informações tendem a chegar de diversas maneiras em diferentes devices. “O estudante já vai chegar para o professor com algo que ele viu na internet e o educador terá o papel de desenvolver o pensamento crítico do aluno a fim de que ele entenda quais são as fontes de conhecimento em que ele pode confiar ou não, e complementar essas informações já disponíveis”, complementa o especialista.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

smartphone

Preparado para os próximos iPhones? Vídeo revela o novo design

Faltam pouco mais de dois meses até à apresentação oficial dos aparelhos da Apple

ubiie Redação

Publicado

em

Com a apresentação oficial dos próximos iPhones prevista para o mês de setembro é natural que a Apple já se tenha decidido qual será o design de seus novos smartphones. Oficialmente ainda envolvidos em certo mistério, há quem já se disponha a mostrar os designs.

Um deles é o youtuber Marques Brownlee, conhecido como MKBHD, que compartilhou um vídeo onde revela os designs do iPhone 11, o iPhone 11 Max e o iPhone 11R a partir de um molde disponível para fabricantes de capas protetoras. Vale destacar que estes ainda não são oficialmente os nomes dos próximos smartphones da Apple, sendo no entanto uma forma simples do youtuber se referir aos sucessors do iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR.

O grande destaque do vídeo vai para a câmara traseira, agora com três sensores. Ainda que seja uma importante melhoria, Brownlee nota que o design deverá não ser do agrado de todos. Melhor mesmo é ver o vídeo.

0
0
Continuar lendo

Espaço

Perigo sideral: o que aconteceria se Estação Espacial Internacional caísse na Terra?

Uma breve análise mostra o que poderia acontecer se a Estação Espacial Internacional (EEI) caísse na Terra, tal como aconteceu com a primeira estação Skylab há 40 anos.

ubiie Redação

Publicado

em

A NASA, juntamente com outras quatro agências espaciais, verá o seu orçamento atual esgotar-se em 2024 e planeja retirar a EEI do espaço em 2028. Isso poderia eventualmente significar a saída de órbita da estação e sua queda em nosso planeta.

Deixar ou não cair

A primeira razão pela qual as agências deixariam que a estação despencasse do espaço seria porque é mais barato.

Segundo estimativas, seriam necessárias 27 missões de um ônibus espacial indo e vindo da Terra para transportar todas as peças da instalação, escreve o tabloide britânico Daily Star.

Cada missão custa cerca de US$ 450 milhões (R$ 1,7 bilhão), isso significando um custo total para as várias agências espaciais de US$ 12.1 bilhões (R$ 45 bilhões).

Tirar a estação de órbita e deixar que eventualmente caia seria uma alternativa muito mais barata para todos os países envolvidos.

Locais prováveis de queda

A área mais provável de queda é em um trecho do oceano Atlântico conhecido como Ponto Nemo, também chamado de “Polo da Inacessibilidade do Pacífico”.

Conhecido como “cemitério de satélites”, a região é o local mais remoto do planeta e é cercada por mais de 1,6 mil km de água.

Riscos para a humanidade

Apesar de ser improvável que a EEI caia em alguma cidade ou vila, ainda assim tal não é impossível.

Algumas das maiores seções da nave espacial russa Mir sobreviveram à reentrada na atmosfera da Terra em 2001, causando uma trilha de detritos que se estendeu por 2,9 mil km de comprimento.

Como a EEI é três vezes maior que a estação Mir, isso significaria que esse rastro poderia ser muito maior e até alcançar áreas povoadas.

Conforme o Tratado do Espaço Sideral (acordo sobre os princípios das atividades de exploração do espaço), cada país é legalmente responsável por desorbitar seus próprios módulos da EEI.

Os russos alegadamente planejam mover seus segmentos e usá-los para formar uma nova estação espacial.


Estação Espacial Internacional

Como os russos supostamente planejam usar seus segmentos, então isso pode significar que a estação nunca virá de fato a colidir com a Terra.

Próximas metas

Caso esse problema seja resolvido sem grandes custos, a NASA aumentaria suas chances de alcançar seus objetivos de longo prazo de fazer pousar humanos em Marte até 2033. O presidente dos EUA, Donald Trump, também quer que a agência volte a enviar astronautas à Lua, o que pode acontecer quando a estação espacial lunar for lançada em 2024.

Espera-se que a China e a Rússia também construam suas próprias estações espaciais.

0
0
Continuar lendo

Espaço

Astronauta da NASA tira FOTO do espaço da poderosa tempestade tropical Barry

NASA tirou uma fotografia do Furacão Barry, que está indo diretamente para a região sudeste dos EUA, a partir da Estação Espacial Internacional (EEI).

ubiie Redação

Publicado

em

A tempestade ameaçadora já foi qualificada como furacão da categoria 1 com ventos de até 120 km/h.

O Centro Nacional de Furacões dos EUA atualizou o alerta às pessoas que vivem nas regiões de passagem do furacão Barry, calcula-se que a tempestade irá atingir a costa sudeste dos EUA dentro das próximas horas.

O Centro advertiu a população para a tempestade, com aguaceiros e ventos fortes atingindo toda a costa centro-norte do golfo do México, escreve tabloide britânico Daily Star.


O furacão Barry visto da Estação Espacial Internacional

O Centro Nacional de Furacões acrescentou que a tempestade forte poderá provocar o transbordo de rios assim que o furacão avançar para o interior do continente, especialmente em regiões dos estados de Louisiana e Mississippi.


Vídeo impressionante de uma tromba d’água que se formou no lago Pontchartrain, estado de Louisiana.

Como resultado, os governadores destes estados norte-americanos declararam o estado de emergência.

Embora se espere que o Barry não adquira força máxima, mesmo assim suas precipitações ameaçam provocar inundações desastrosas ao longo da costa do golfo do México.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
107,93
JPY 0,00%
3,76
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
121,18
JPY 0,00%
4,23
BRL 0,00%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
1.043.884,20
JPY 0,00%
36.396,73
BRL 0,00%

Tokyo
25°
Cloudy
ThuFriSat
27/23°C
28/24°C
28/24°C

São Paulo
12°
Fair
WedThuFri
min 10°C
21/11°C
22/11°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana