Siga-nos

Famosos

611

Tempo estimado para a leitura: 2minuto(s) e 39segundo(s).

Letícia Almeida teria forjado exame de DNA, diz ex-sogro

O pai de Saulo, o pastor Márcio Matos, falou sobre o caso envolvendo Letícia Almeida e a paternidade da pequena Madah

ubiie Redação

Publicado

em

Letícia Almeida revelou recentemente que o pai biológico da sua filha Maria Madalena é o cantor Jonathan Couto, marido de Sarah Poncio. Até então, o rapper Saulo Poncio (irmão de Sarah) acreditava ser o pai da menina e chegou registrar a criança em cartório. No entanto, mesmo após anunciar a real paternidade de Madah, o imbróglio envolvendo Letícia Almeida, Saulo Poncio, Jonathan Couto e Sarah Poncio parece não ter chegado ao fim. Os bastidores da trama familiar foram revelados pelo jornal Extra.

O pai de Saulo, o pastor Márcio Matos, da Igreja Pentecostal Anabatista, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, conversou com a publicação e contou novos detalhes da história.

Relacionamento conturbado

O ex-sogro comentou que o relacionamento da atriz com Saulo era conturbado. “Letícia era obreira da nossa igreja, todos se conheceram lá. Ela e meu filho, Saulo, tiveram um namoro conturbado, de idas e vindas. Numa destas voltas, o Saulo foi fazer um show em Brasília, e sabe como é jovem… Ela teria ficado sabendo que ele estava lá de brincadeira com umas meninas e não gostou”, disse o pai do rapper.

Traição de Jonathan

O pastor revelou ainda que, ao saber disso, Leticia foi até a casa de Jonathan e Sarah a fim de desabafar. “Não sei se por vingança, raiva. Não sabemos o que se passa no coração do outro”. Jonathan já se manisfestou sobre o caso.

De acordo com o pai de Sarah e Saulo, Jonathan estava com amigos, bebendo vinho e cantando. Sarah, que já estava grávida do primeiro filho, decidiu dormir mais cedo. “Letícia ficou lá com o Jonathan e aconteceu de eles terem uma relação”, contou o pastor.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Famosos

Delegado diz que vídeo atribuído a Paolla Oliveira é crime contra honra

Para o delegado Pablo Sartori, o caso do vídeo íntimo atribuído a atriz é um crime contra honra

ubiie Redação

Publicado

em

O delegado Pablo Sartori, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio Janeiro, afirmou nesta segunda-feira (15) que investigará crime contra a honra da atriz Paolla Oliveira.

Oliveira esteve na delegacia na tarde desta segunda-feira para prestar queixa sobre a veiculação de um vídeo pornô no qual a atriz foi apontada como participante.

O vídeo de dez segundos mostra uma atriz pornô americana bastante semelhante a Oliveira e tem viralizado por redes sociais e por aplicativos de bate-papo. A equipe de defesa de Paolla Oliveira identificou a mulher como Verônica Radke. O trecho do vídeo, segundo o advogado da atriz brasileira, foi retirado de um filme pornô já existente e mais antigo, de mais de seis minutos.

“Este é um crime contra a honra e infelizmente a pena é baixa no Brasil”, disse Sartori. A pena máxima prevista é de um ano de prisão.

O delegado afirma também que não se pode confundir o caso de Paolla Oliveira com os crimes enquadrados na Lei Carolina Dieckmann, que prevê a invasão de dispositivos de informática e que, segundo ele, está completamente em desuso. “Hoje em dia ninguém mais invade dispositivo. Invade-se a rede”, diz.

“Este é um crime contra a honra, pois não tem previsão na nossa lei de um crime específico para isso. Há um crime que se criou recentemente, sobre a divulgação de fotos de nudez e cenas de sexo, mas o caso da Paolla só seria enquadrado aqui caso o vídeo fosse de fato dela”, explica.

Mesmo aqueles que divulgaram o vídeo dizendo que apenas achavam que as cenas eram de Paolla Oliveira poderão ser condenados, segundo o delegado. “Essa pessoa também está ofendendo a atriz e não tomou os cuidados necessários para checar se as imagens eram dela ou não.”

Paolla Oliveira estava acompanhada de seu advogado, Ricardo Brajterman, quando foi à delegacia para prestar a queixa. A atriz quer identificar o narrador do vídeo que diz que a mulher nas imagens é ela e também as pessoas responsáveis por fazer o upload das imagens.

A atriz, que não quis falar com os jornalistas presentes na delegacia, foi recentemente às redes sociais desabafar sobre o caso. “Em dois minutos de pesquisa, qualquer pessoa que teve acesso a isso descobriria. NÃO SOU EU, É OUTRA MULHER”, escreveu ela, chateada por alguns veículos de imprensa falarem do vídeo e usarem a palavra “supostamente” para explicar o caso.

Não é a primeira vez que Paolla Oliveira se vê diante de uma polêmica como essa. Em 2018, Oliveira teve fotos nua vazadas enquanto gravava a série Assédio. Na época, ela se revoltou. “Sou atriz e estou trabalhando em uma série que se chama Assédio, uma produção da Globo com a O2Filmes. Em um ambiente controlado, fechado e profissional, um criminoso (não há outra palavra que o defina – pois o que foi feito é crime) resolveu fazer fotos clandestinas de um momento mais sensual.”

Oliveira está no ar agora como a influenciadora digital Vivi Guedes, em “A Dona do Pedaço” (Globo).

0
0
Continuar lendo

Famosos

Acusada de fraude, Xuxa poderá pagar R$ 50 milhões de indenização

A apresentadora está envolvida em dois processos na Justiça!

ubiie Redação

Publicado

em

A apresentadora Xuxa Meneghel se envolveu em uma briga na Justiça e está sendo processada pelo empresário Leonardo Soltz, que alega que a empresa da famosa copiou os personagens de um projeto que ele havia apresentado a ela. A loira corre o risco de ver seus sigilos (bancário e fiscal) quebrados, além de ter de pagar uma indenização que pode chegar a mais R$ 50 milhões.

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia’, Xuxa é acusada de ter copiado a ideia e ter usado os personagens em formato de licenciamento para uma linha completa de produtos de vários segmentos. Soltz já ganhou a ação, mas a apresentadora vem tentando recorrer da decisão.

Xuxa ainda é acusada por seu ex-sócio, Luiz Claudio Lopes Moreira, de estar esvaziando o patrimônio de uma de suas produtoras e passando os valores para outra, dela também, como maneira de se prevenir contra o pagamento de indenizações e, segundo o autor da ação, diminuindo o valor da sociedade da qual o mesmo faz parte. A acusação já solicitou a ‘quebra de sigilo fiscal e bancário da Xuxa Produções’.

Ainda segundo a publicação, os cálculos preliminares da perita assistente do caso dão conta de que os números podem chegar a mais de R$ 50 milhões, com possíveis registros e documentos a serem apurados pelos trabalhos periciais. Procurada, a assessoria de Xuxa disse que não comenta notas que envolvam a Justiça.

0
0
Continuar lendo

Famosos

Homem cria confusão ao tirar selfie perto de Meghan Markle

O homem tentou tirar uma foto do estádio em Wimbledon e acabou passando por uma situação inusitada

ubiie Redação

Publicado

em

Enquanto assistia ao Torneio de Wimbledon no Reino Unido, acompanhando uma partida de sua amiga e jogadora Serena Williams, Meghan Markle, 37, acabou se envolvendo em uma breve confusão.

Um homem, que também assistia à partida, resolveu tirar uma selfie com o estádio ao fundo, mas, por ter se aproximado muito de Markle, deu a entender que estava fotografando a duquesa de Sussex.

A equipe de segurança de Markle notou o indivíduo e, sem perceber que se tratava de uma selfie, repreendeu o rapaz.

Um funcionário envolvido na organização do evento chegou a dizer ao jornal britânico The Times que a visita de Markle foi “um pesadelo”.

Já um representante do clube All England Lawn Tennis and Croquet disse que a visita era um privilégio: “Ela é sempre bem-vinda para participar do Campeonato”.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
107,73
JPY –0,19%
3,76
BRL +0,01%
1EUR
Euro. European Union
=
121,07
JPY –0,09%
4,23
BRL +0,10%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
1.035.803,93
JPY –0,78%
36.184,52
BRL –0,59%

Tokyo
26°
Mostly Cloudy
ThuFriSat
28/23°C
28/24°C
28/23°C

São Paulo
12°
Mostly Cloudy
WedThuFri
min 10°C
20/10°C
22/11°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana