Siga-nos

Mundo

114

Tempo estimado para a leitura: 3minuto(s) e 47segundo(s).

Por que Portugal exigiu ajuda financeira antecipada da UE para seus agricultores?

A Comissão Europeia anunciou, nesta quinta-feira (2), que vai antecipar pagamentos de subsídios para agricultores em países que enfrentam a seca.

ubiie Redação

Publicado

em

A medida corrobora o pedido feito pelo governo de Portugal, no mês de junho, diante da situação no arquipélago dos Açores, onde a perda das plantações tem feito até o gado ser abatido mais cedo.

“Está-se a tirar os animais mais novos, está-se a abater muito mais animais porque não há como salvaguardar a alimentação deles”, afirma à Sputnik Brasil o vice-presidente da Federação Agrícola dos Açores, José Azevedo.

As ajudas para os agricultores vão ser antecipadas de dezembro para o mês de outubro. “Serão adiantadas 70% das verbas relativas aos pagamentos diretos e até 85% dos pagamentos relativos ao desenvolvimento rural. Os pagamentos diretos são financiados através do Fundo Europeu de Garantia Agrícola (FEAGA) e os pagamentos relativos ao desenvolvimento rural são financiados através do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER)”, explica o Ministério da Agricultura português em resposta à Sputnik Brasil.

Prejuízos

De acordo com a Federação Agrícola dos Açores, já houve, neste ano, perdas de 50% na produção de culturas para a alimentação animal, como o milho, nas ilhas mais afetadas pela estiagem. “Este ano, a seca, principalmente nas ilhas Terceira, São Miguel, Graciosa e Santa Maria, chegou com dois meses de antecipação. Foi logo na fase em que se semeava. As plantações de milho não germinaram e as que germinaram não cresceram, algumas até morreram. Vai haver também queda na produção de leite”, diz o vice-presidente da entidade.

A medida da Comissão Europeia prevê, ainda, maior flexibilidade em algumas regras para que os agricultores utilizem terras que não seriam destinadas à produção para garantir a alimentação dos animais.

“A redução no nível de ração animal está afetando particularmente a renda dos criadores, uma vez que aumentará os custos de produção se houver escassez de ração no final do ano”, diz a nota oficial divulgada por Bruxelas com a decisão.

Diversificar a terra pode não ser a única mudança necessária para garantir comida para os rebanhos açorianos caso as condições climáticas continuem adversas. “No futuro, e a manter-se uma situação semelhante, há que alterar práticas de manejo de uso do solo, especificamente ajustar as culturas à disponibilidade de água”, explica à Sputnik Brasil o professor Alfredo Borba, da Faculdade de Ciências Agrárias e do Ambiente da Universidade dos Açores. Além disso, a faculdade tem em andamento trabalhos para valorização nutritiva de forragens não convencionais, que poderiam ser alternativas para a alimentação dos animais.

PAC

Em nota divulgada para a imprensa, a Comissão Europeia também destaca que a Política Agrícola Comum (PAC) já contempla mecanismos de apoio para os agricultores que enfrentam as dificuldades da estiagem, o que levanta questionamentos entre a categoria diante dos cortes de recursos propostos por Bruxelas.

Para o próximo quadro financeiro plurianual, que começa em 2021, depois da saída do Reino Unido do bloco, Bruxelas propõe uma redução de 5% no orçamento total da PAC. “O que eram as desculpas, por assim dizer, do propósito para o corte da Política Agrícola Comum é o Brexit, mas não é. São investimentos que a Europa quer fazer em outras áreas. Nós entendemos que não deve ser o setor agrícola o prejudicado pelo investimento em outros setores, para isso tem que haver maior coparticipação dos países”, declara o vice-presidente da Federação Agrícola dos Açores.
O governo português também critica a proposta da União Europeia. “Portugal considera o envelope financeiro global da PAC insuficiente face às ambições de uma política agrícola europeia capaz de responder aos novos desafios e às elevadas expectativas da sociedade, nomeadamente em matéria de sustentabilidade ambiental, de combate às alterações climáticas e de proteção da biodiversidade e da saúde”, afirma o Ministério da Agricultura.

Ainda há negociações em curso e Portugal, aliado a outros países, quer minimizar o corte, principalmente do recurso destinado ao segundo pilar da PAC, que financia o desenvolvimento rural. “O Governo português discorda frontalmente dos critérios homogéneos de redução das verbas da PAC no II Pilar, que se revelam altamente injustos e desproporcionais, tendo em conta o peso variável destas verbas nos programas nacionais. No caso de Portugal, quase 50% dos apoios aos agricultores estão no II Pilar da PAC, enquanto noutros Estados-Membros esse valor é substancialmente menor”, justifica o Ministério da Agricultura.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Mundo

Máscara hidratante ‘nuclear’ com retrato de Kim Jong-un está sumindo das prateleiras

Na véspera da falada visita do líder norte-coreano a Seul, que deverá marcar um avanço nas difíceis relações intercoreanas, Kim não está apenas nos pensamentos das pessoas, algumas delas o colocam literalmente em seus rostos.

ubiie Redação

Publicado

em

Um novo cosmético, que tem Kim como seu embaixador, promete aos beautiholics melhorar as imperfeições da pele. A “máscara hidratante nuclear”, lançada por um fabricante local, chegou nas prateleiras da Coreia do Sul, conhecida por sua desenvolvida indústria de produtos de beleza — informa o South China Morning Post.

A mídia, citando a empresa sul-coreana, relata que os varejistas venderam mais de 25 mil embalagens da nova máscara, que custa US$ 3,5 (R$ 13.7) por unidade.

O cosmético popular, chamado de “máscara nuclear”, apresenta um retrato de Kim Jong-un com um pano branco no rosto junto com slogans de estilo autoritário, como “vida longa para a hidratação da pele de todas as mulheres do Norte e do Sul!” e “água mineral da Montanha Baekdu torna a pele forte!”.

Diz-se que o produto contém água de nascente da Montanha Baekdu, que fica na fronteira entre a China e a Coreia do Norte, onde Kim Jong-un e o presidente sul-coreano Moon Jae-in realizaram uma cúpula em setembro e posaram para uma foto histórica.

Estas máscaras com o retrato de Kim Jong-un estão sumindo das prateleiras na Coreia do Sul. Chamadas de “máscaras nucleares”, permitem aliviar a tensão da pele, hidratando-a com água mineral da Montanha Baekdu, informa o fabricante

Muitos compradores satisfeitos dizem que Kim Jong-un, muitas vezes chamado de ditador e tirano, está engraçado na imagem da embalagem. Curiosamente, “incitar ou propagar atividades de organizações antigovernamentais” ou elogiar o governo da Coreia do Norte é proibido na Coreia do Sul.

Segundo a imprensa local, durante a cúpula dos chefes de Estado realizada em setembro, Kim Jong-un prometeu visitar a Coreia do Sul “o mais breve possível”. Mais tarde, o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, declarou que a viagem anunciada do líder norte-coreano poderia ser realizada ainda este ano.

O encontro de setembro foi o terceiro encontro entre Kim e Moon. As duas partes assinaram um acordo militar para terminar os exercícios de artilharia em larga escala e os voos militares perto da zona desmilitarizada na fronteira entre as duas Coreias.

0
0
Continuar lendo

Mundo

1 tonelada de chocolate invade ruas de cidade alemã

Um “rio” de chocolate invadiu as ruas de Werl, na Alemanha, após mau funcionamento em uma fábrica local. Cerca de uma tonelada de chocolate teve que ser limpa das ruas da cidade. Foi necessário o trabalho de 25 pessoas e mais de duas horas para resolver o problema.

ubiie Redação

Publicado

em

“Nós recolhemos tudo isso com pás”, explicou à agência DPA, nesta terça-feira (11), Karsten Korte, chefe do corpo voluntário de bombeiros.

Segundo a agência DPA, as razões do vazamento na fábrica não estão claras, porém é provével que tenha havido alguma falha técnica nos equipamentos.
Para remover o chocolate que grudou no asfalto os bombeiros usaram água quente e maçaricos. A medida foi para que a rua não ficasse escorregadia para os carros.

Todo o chocolate foi jogado fora e nada foi consumido pelos voluntários, segundo assegurou Karsten Korte à mídia alemã.

0
0
Continuar lendo

Mundo

‘Cansado de comer carne humana’: corte sul-africana prende para sempre 2 canibais

Dois sul-africanos acusados de canibalismo foram sentenciados à prisão perpétua por assassinato na quarta-feira (12). De acordo com o juiz, os dois cidadãos são culpados pelo “crime mais hediondo”, comunica The Guardian.

ubiie Redação

Publicado

em

O juiz Peter Olsen sentenciou Nino Mbatha, de 33 anos, e Lungisani Magubane, de 32 anos, à prisão perpétua pelo assassinato de Zanele Hlatshwayo no ano passado, de acordo com a edição.

O curandeiro Mbatha decidiu se entregar à polícia de Estcourt, cidade na província de KwaZulu-Natal, segundando um saco com uma perna e uma mão humanas. O curandeiro confessou aos policiais estar “cansado de comer carne humana”.

Os policiais não acreditaram na história até visitarem a casa do curandeiro, onde havia mais partes humanas. A corte descobriu que Hlatshwayo, de 24 anos de idade, foi morta para ser comida, de acordo com mídia local.

Residentes furiosos se reuniram do lado de fora da corte para protestar contra o terrível assassinato. A África do Sul não possui lei direta contra o canibalismo, mas mutilação de cadáveres e possessão de tecido humano são ofensas criminais.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
113,64
JPY +0,06%
3,91
BRL +0,48%
1EUR
Euro. European Union
=
128,12
JPY –0,72%
4,41
BRL –0,30%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
370.718,56
JPY –0,40%
12.755,97
BRL +0,01%

Tokyo
Mostly Cloudy
FriSatSun
min 3°C
9/1°C
11/5°C

São Paulo
30°
Fair
FriSatSun
33/21°C
33/21°C
31/22°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana