Siga-nos

Lifestyle

356

Tempo estimado para a leitura: 4minuto(s) e 50segundo(s).

Os 10 lugares espirituais com os mais poderosos campos de energia do mundo

ubiie Redação

Publicado

em

Existem certos lugares no mundo que têm uma abundância de energia espiritual fluindo deles.

São áreas onde nos sentimos mais profundamente ligados a nós mesmos e ao divino.
As pessoas que são sensíveis podem sentir isso imediatamente, elas relatam ter uma experiência estranha e sonhos vívidos após a visita.

Esses tipos de destinos podem nos ajudar a encontrar clareza, as respostas que procuramos e a aumentar nossa vibração energética.

Aqui estão os dez destinos com a maior concentração de energia:

1. Rila, Bulgária


Surpreendentemente, esta cordilheira é um dos principais centros de energia do mundo. Um dos maiores mestres espirituais do século XX, Beinsa Duno, escolheu este local para transmitir sua sabedoria.

Muitas pessoas que são empáticas, sensíveis ou psíquicas experimentaram sonhos estranhos e vívidos enquanto visitavam Rila.

2. Machu Picchu, Peru


Um centro energético muito conhecido que é chamado de “cidade perdida” dos Incas.

Machu Picchu foi construída pelos incas em um local sagrado no alto dos Andes. Dizem que a energia especial aqui permite que as pessoas experimentem algo fora deste mundo.

3. Socotra, Iêmen


Socotra é um tipo de conjunto de ilhas encontradas no mar da Arábia. A paisagem aqui fará com que você se sinta em outro planeta.

O isolamento da área e das plantas vizinhas lhe dá a sensação de que você é um viajante do tempo visitando uma era muito antiga. As muitas espécies únicas de plantas e animais aqui não podem ser encontradas em nenhum outro lugar do mundo.

Você imediatamente sentirá uma energia que conecta sua alma ao universo.

4. Uluru, Austrália


Um planalto localizado diretamente no centro geográfico e conhecido como o centro espiritual da Austrália. As lendas dos anciãos que já viveram lá dizem que, circulando o platô, você ganhará visões clarividentes.

Dizem que o centro é oco e contém uma energia especial chamada Tiukurpa, que significa “hora de sonhar”.

5. Ilha de Páscoa, Chile


Uma das partes mais isoladas e misteriosas do mundo. Este local é famoso por suas estátuas sinistras que deixaram os cientistas confusos com suas origens.

O que muitos não sabem é que as estátuas são apenas o começo do mistério da Ilha de Páscoa.

A ilha tem 53 casas de pedra que não têm absolutamente nenhuma janela ou porta, localizada em uma aldeia cerimonial, estátuas inacabadas, junto com seu maior mistério a pedra “Umbigo do Mundo”.
Dizem que essa pedra guarda os segredos do universo.

6. O Santuário de Belintash, Bulgária


Uma das zonas energéticas mais fortes da Europa. No topo do platô rochoso, você encontrará um mapa espelhado de constelações esculpidas nele.

A energia é tão forte que centenas de pessoas testemunharam a experiência de atividades paranormais frequentes.

7. Berat, Albânia


Esta cidade velha, protegida pela UNESCO, é uma bela fusão da cultura oriental e ocidental, estilos, tradições e costumes.

Muitas pessoas em Berat experimentam uma poderosa cura espiritual. De fato, o povo de Berat não acredita em doença por causa da intensa energia de cura ali presente.

8. Stonehenge, Inglaterra


Uma das estruturas megalíticas mais conhecidas do mundo.

Pode ter sido usado como um observatório, bem como um tipo de altar para cerimônias ocultistas. Essas estruturas de pedra são feitas de lajes e pilares formando círculos concêntricos.

Os visitantes relataram sentir “choques” de energia ao tocar as pedras ou ficar de pé no centro. Muitos acreditam que este local é um vórtice de energia espiritual poderosa.

9. As pirâmides da Bósnia


A Universidade de Shlyonsk na Polônia data essas pirâmides 12.350 anos atrás. Isso torna as pirâmides da Bósnia milhares de anos mais antigas que as pirâmides egípcias.

Tão surpreendente quanto o exterior desta estrutura é a verdadeira magia está dentro das pirâmides. Dentro delas você encontrará 3 salas subterrâneas e um pequeno lago azul com água completamente estéril.

É água pura de milhares e milhares de anos atrás sem bactérias, algas, animais, musgo ou lama.

Acredita-se que a energia aqui purifica e regenera as células do corpo e que essas salas eram usadas como salas de cura.

10. Pico Kailash no Tibete


Este local é considerado sagrado pelos hindus e budistas. Cada tradição tem sua própria crença sobre as lendas que cercam essa área.

No entanto, ambos concordam que a ponta do Kailash é um dos mais fortes centros energéticos do mundo, lar de Deuses e Deusas.

Acredita-se que aqueles que escalam para alcançar esta terra sagrada encontrarão a felicidade espiritual.

0
0

Fonte: Awebic

Clique para comentar
Publicidade

Lifestyle

Momento é de acolher e se afastar de redes sociais, diz especialista

Para especialistas, abrir espaços de acolhimento, empatia e diálogo sem tabu, longe da histeria das redes sociais, é fundamental nesse momento

ubiie Redação

Publicado

em

JAIRO MARQUES E MARIANA VERSOLATO (FOLHAPRESS) – Tragédias como a ocorrida em Suzano podem ter implicações na vida de famílias, de crianças e de adolescentes que estão bem distantes do fato em si, mas que ficaram abalados com o cenário de violência. Para piorar, notícias falsas circulando em redes sociais só agravam o estado emocional dos jovens.

Para especialistas, abrir espaços de acolhimento, empatia e diálogo sem tabu, longe da histeria das redes sociais, é fundamental nesse momento que pode ser intenso e ter desdobramentos futuros. “É momento de acolher, de deixar falar sobre o assunto, de chorar junto, de externar a tristeza. A criança precisa se sentir segura, e os pais podem dar essa sensação de volta a ela, usando o vocabulário e as informações propícias para cada idade”, afirma Elaine Di Sarno, psicóloga e neuropsicóloga pela USP.

A psicóloga Beatriz Moura, especialista em saúde mental pela UFRJ, faz um alerta sobre o efeito das “fake news”, que podem agravar um estado emocional frágil. “Não se pode tapar o sol com a peneira fingindo que nada aconteceu, mas também não é possível ficar chutando as causas da tragédias se baseando em coisas da internet, falando do que não se sabe ao certo, de maneira distorcida.”

Segundo o psiquiatra Ricardo Moreno, professor da Faculdade de Medicina da USP, a melhor forma de lidar com o assunto é falando sobre ele. “Os pais não podem se omitir por receio de não saber o que falar. Ninguém precisa ter resposta para tudo, mas é importante garantir o acolhimento, o afeto, a proteção.”

Para os especialistas, sinais de alerta na rotina dos jovens e adolescentes podem ajudar a identificar que algo não vai bem em suas vidas. “As alterações de comportamento podem ser sutis. Os adolescentes podem ficar fechados no quarto, intolerantes, brigar mais. Também é preciso observar o uso de drogas”, diz Di Sarno.

Falta de apetite, alteração no sono e agressividade também são fatores a serem observados. As psicólogas recomendam fortemente que os pais acompanhem a vida dos filhos nas redes sociais. De acordo com Moura, os filhos não podem encontrar suporte emocional no anonimato das redes e depender de aconselhamentos de quem eles nunca viram. “São os pais quem devem dar o suporte emocional a seus filhos.”

Para as vítimas mais próximas do massacre, como professores, alunos, familiares e vizinhos da Escola Estadual Raul Brasil, a recomendação é de intervenção profissional efetiva, já que estão expostos a complicações psicológicas mais complexas. Uma experiência tão brutal como assistir a um tiroteio pode ser um gatilho para a síndrome do estresse pós-traumático.

“Cada um responde de maneira diferente, mas os mais próximos precisam de uma rede de apoio para acompanhá-los em curto, médio e longo prazos. As turmas de alunos e profissionais vão precisar de apoio para retomarem suas vidas”, declara Moura. Segundo Di Sarno, é possível que pessoas da comunidade escolar tenham ansiedade, depressão e problemas de aprendizado, principalmente se não forem amparadas.

SINAIS DE ALERTA EM RELAÇÃO À SAÚDE MENTAL DE ADOLESCENTES

– Mudanças na personalidade ou nos hábitos

– Piora do desempenho na escola

– Afastamento da família e de amigos

– Perda de interesse em atividades de que gostava

– Descuido com a aparência

– Perda ou ganho inusitado de peso

– Comentários autodepreciativos persistentes

– Pessimismo em relação ao futuro

– Comentários sobre morte e interesse por essa temática

0
0
Continuar lendo

Lifestyle

Dormir mais durante o fim de semana faz mal, diz a ciência

ubiie Redação

Publicado

em

Não é só o efeito sanfona que é prejudicial para o organismo. O mesmo método quando aplicado aos padrões do sono pode afetar o relógio biológico interno e até o que come.

Os especialistas alertam que as horas extras de descanso não ajudam a revitalizar o corpo e a mente após uma semana de pouco descanso.

Não dormir horas suficientes tem consequências para a saúde, afirma o Sistema Nacional de Saúde Britânico (NHS), sendo oito horas de sono por noite o ideal.

Menos do que isso fragiliza o sistema imunológico, deixando as pessoas com risco maior de contraírem doenças, como gripes e resfriados, desenvolverem obesidade, diabetes tipo 2 e transtornos psicológicos, como depressão e ansiedade.

Sono ‘ioiô’ faz mal à saúde

Pode ser tentador dormir até mais tarde no final de semana, na esperança de compensar o tempo perdido. Porém, uma pesquisa recente da Universidade de Colorado, nos Estados Unidos, revela que a prática não funciona.

Kenneth Wright, diretor do laboratório do sono da instituição de ensino superior, avisa: “Os dados que apuramos sugerem que dormir mais ao fim de semana não é uma estratégia à qual o corpo responda positivamente, pelo contrário. Aliás mudar consecutivamente as nossas rotinas de descanso, horas para a frente e para trás – alterando o horário em que ingerimos as refeições e mudando o nosso relógio circadiano e depois voltando a dormir pouco durante a semana, é algo incrivelmente destrutivo para o organismo”.

Para efeitos daquela pesquisa, Wright e uma equipa de pesquisadores estudaram um grupo de voluntários adultos durante duas semanas.

Os cientistas apuraram que aqueles que não dormiram mais de cinco horas por cinco dias, seguidos de dois dias durante os quais descansaram pelo tempo que quiseram, não beneficiaram de quaisquer vantagens, comparativamente aqueles que seguiram um método de sono mais longo, constante e estruturado.

Os resultados, publicados no periódico científico Current Biology, indicam que as pessoas que dormem mais ao fim-de-semana até podem beneficiar de uma recuperação momentânea, mas que esses efeitos são imediatamente anulados assim que retornam à rotina de privação de sono semanal.

Os dados apurados revelaram igualmente que quem dormia menos horas tinha uma maior propensão para comer mais à noite, daí ganhando mais peso e reduzindo a sua sensibilidade à insulina.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que em média nos países desenvolvidos uma em cada três pessoas apresentem algum tipo de distúrbio do sono.

0
0
Continuar lendo

Lifestyle

Alergia a alguns alimentos? Saiba o que fazer

Geralmente trata-se de uma resposta do sistema imunológico a uma comida que o corpo não tolera e que pode trazer deficiências nutricionais

ubiie Redação

Publicado

em

O processo para alcançar uma alimentação saudável esbarra em algumas dificuldades. A correria do dia a dia é uma delas e pode ser superada com organização. Existe um fator, porém, que tira a pessoa do controle em um primeiro momento: a alergia alimentar.

Geralmente é uma resposta do sistema imunológico a um alimento que o corpo não tolera e que pode trazer deficiências nutricionais. Segundo Priscila Farage, mestre em nutrição humana, a alergia ocorre quando o alimento provoca uma reação anormal. As informações são do portal Saúde Brasil.

“O organismo reage contra certas proteínas que estão presentes nos alimentos. Nesse tipo de reação, o organismo erroneamente identifica aquela proteína, que é um nutriente natural do alimento, como sendo prejudicial. Entre as alergias alimentares, as mais comuns são a leite de vaca, soja, ovo, trigo, peixe, frutos do mar, amendoim e castanhas”, aponta a nutricionista.

A alergia pode se manifestar em qualquer fase da vida, porém ela é mais presente entre as crianças. “Existem algumas hipóteses para explicar a ocorrência das alergias, sendo a predisposição genética o fator mais associado ao seu desenvolvimento. Ou seja, filhos de pais alérgicos apresentam maior chance de desenvolver alergias”, explica Priscila.

“As manifestações da alergia alimentar são variadas. Existem sinais e sintomas digestivos, respiratórios, cutâneos e gerais que sugerem que o indivíduo possa ter alergia alimentar. Vômitos, refluxo, cólicas intensas, sensação de alimento parado na garganta, saciedade precoce, diarreia e constipação são algumas delas. Mas ainda temos coriza, obstrução nasal, chiado, dificuldade para respirar, tosse, urticária, dermatite atópica (ressecamento e descamação da pele), coceira, baixo ganho de peso (em crianças), anafilaxia. Os indícios são muitos e variados”, explica Priscila.

Esses sintomas podem aparecer tanto logo após a alimentação quanto horas depois. A recomendação é consultar um médico enquanto a reação alérgica estiver ocorrendo. Se não for possível, anote o que aconteceu e procure um clínico médico, um alergologista ou um gastroenterologista ou gastropediatra, no caso de crianças.

O único tratamento para alergia alimentar é a exclusão do alimento específico. “Existem alguns medicamentos que podem aliviar os sintomas no caso da ingestão acidental. Porém, os medicamentos não tratam a alergia e nem eliminam a necessidade de seguir a dieta isenta dos alimentos que causam a alergia no indivíduo. O nutricionista pode auxiliar no tratamento, por meio da prescrição da dieta e orientações relativas à substituição dos alimentos, prevenindo deficiências dos nutrientes. É muito importante que o paciente com alergia alimentar busque adequada orientação para se alimentar sem colocar em risco a saúde. Além disso, a leitura cuidadosa dos rótulos de alimentos é essencial para que não haja o consumo acidental de algum alimento alergênico”, ensina Priscila.

1
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
110,67
JPY 0,00%
3,78
BRL +0,01%
1EUR
Euro. European Union
=
126,51
JPY +0,03%
4,32
BRL +0,03%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
448.746,57
JPY +0,16%
15.310,40
BRL +0,16%

Tokyo
17°
Showers in the Vicinity
ThuFriSat
20/13°C
19/7°C
9/3°C

São Paulo
20°
Mostly Cloudy
WedThuFri
min 18°C
20/17°C
23/17°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana