Siga-nos

Outros

183

Tempo estimado para a leitura: 1minuto(s) e 18segundo(s).

‘É preciso deixar Schumacher em paz’, diz amigo do ex-piloto

O presidente da FIA, Jean Todt, é uma das únicas pessoas autorizadas pela família do alemão a fazer visitar

ubiie Redação

Publicado

em

Desde 2013, não se ouve falar no estado de saúde de Michael Schumacher, que sofreu um acidente enquanto esquiava nos Alpes suíços nesse ano. Das poucas pessoas que podem visitar o heptacampeão mundial, está o presidente da FIA, Jean Todt. Apesar de evitar falar sobre o alemão, respeitando a confidencialidade pedida pelos familiares do ex-piloto, ele deu um recado.

“É momento de deixar o Schumacher viver sua vida em paz”, resumiu Todt ao jornal argentino La Nacion, sem dar maiores detalhes. Questionado mais uma vez sobre o quadro de saúde de Schumacher, Todt repetiu as mesmas palavras, pedindo para deixar o alemão em paz.

De acordo com informações do UOL, o presidente da FIA foi diretor-chefe da Ferrari na época em que o ex-piloto conquistou cinco títulos, de 2000 a 2004.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Outros

Trump abandona reunião que poderia acabar com ‘shutdown’

Republicano teria insistido no financiamento do tão desejado muro na fronteira com o México, mas os democratas voltaram a dizer ‘não’ ao presidente

ubiie Redação

Publicado

em

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump disse nesta quarta-feira (9) que o encontro com os líderes democratas do Congresso foi uma “perda de tempo”. Nancy Pelosi e Chuck Schumer voltaram a reafirmar que não vão financiar o muro na fronteira com o México, e o ‘shutdown’ do governo continua.

Trump teria insistido no financiamento do tão desejado muro na fronteira com o México e os democratas voltaram a dizer ‘não’ ao presidente. Insatisfeito, Trump abandonou imediatamente o encontro e o impasse mantém-se, de acordo com a ‘CNN’.

Como faz habitualmente, Trump não demorou a descrever a reunião com Pelosi e Schumer na sua conta de Twitter.

“Acabei de sair do encontro com o Chuck e a Nancy, uma perda de tempo total. Perguntei-lhes o que vai acontecer daqui a 30 dias se desbloquear o impasse, vão aprovar a Segurança na Fronteira que inclui o Muro ou uma Barreira de Aço? A Nancy disse NÃO. Eu disse adeus, nada resulta!”, escreveu o presidente.

Já os democratas deixaram duras críticas ao Chefe de Estado depois da reunião desta quarta, e acusaram Trump de ser indiferente à situação difícil que os funcionários federais estão vivendo com a paralisação parcial dos serviços governamentais norte-americanos.

Os trabalhadores dos serviços federais não recebem salário desde que o ‘shutdown’ começou, há três semanas. Nancy Pelosi sugeriu que Trump é “insensível” a essa questão devido à sua condição privilegiada.

“Ele pensa que talvez eles possam simplesmente pedir dinheiro aos pais, mas não podem”, disparou a líder da Câmara dos Representantes. “Não percebe a insegurança financeira e tem uma política que se orgulha de dizer: ‘Eu vou manter o governo paralisado por meses ou anos, a não ser que concordem totalmente com a minha posição'”.

Já Chuck Schumer, líder da minoria democrata no Senado, lamentou que Trump voltasse a fazer “birra”.

Este já é o segundo ‘shutdown’ mais longo na história dos Estados Unidos.

0
0
Continuar lendo

Outros

Criminoso ou vítima? Cientistas revelam segredo da pedofilia

Especialistas da Universidade Estatal de Psicologia e Pedagogia de Moscou (UEPPM) e cientistas do Centro Nacional Serbsky de Pesquisa Médica de Psiquiatria e Narcologia revelaram os mecanismos de perversão da percepção de estados emocionais em pessoas que sofrem de pedofilia, mostrando sua relação com os defeitos de regulação da atividade.

ubiie Redação

Publicado

em

Os resultados da pesquisa, publicados na revista Klinicheskaya i Spetsialnaia Psikhologia (Psicologia Clínica e Especializada), podem ser usados tanto no tratamento médico, como no desenvolvimento de medidas preventivas contra o crime sexual.

As pesquisas sobre pedofilia têm, às vezes, sido contraditórias. Há umas que relacionam o fato de o criminoso negar os danos infligidos com a falta de compaixão nele. Outras indicam um defeito na resposta emocional e compaixão. Em suma, estes dados testemunham que a pessoa que perpetra um crime sexual não se dá conta do estado da vítima e não se preocupa com ele.

Os especialistas apontam para um fator importante que é alexitimia forte. Isto é, a impossibilidade de identificar e descrever os seus próprios sentimentos. Isso não permite ao criminoso comparar os sentimentos de outrem com o seu padrão interior, o que o conduz a compreender de maneira incorreta os sinais emocionais da vítima.

A sugestão inicial da pesquisa feita pela equipe da UEPPM foi esta: que os criminosos sexuais apresentam capacidade reduzida de compreenderem os estados emocionais e que esta redução é relacionada à pedofilia de que padecem; já os defeitos de percepção emocional têm a ver com mecanismos de regulação de interesse sexual anômalo.

A pesquisa centrou-se no exame de vários grupos: um, composto de pessoas acusadas de crimes sexuais e que foram diagnosticadas com pedofilia, outro, composto de pessoas acusadas de crimes sexuais, mas sem tal diagnóstico, e o terceiro, um “grupo comparativo”. Os cientistas compararam, dentro do grupo pedofílico, as pessoas com atitudes egodistônicas (ou seja, que se dão conta da anormalidade do seu desejo sexual) e egosintônica (que aceitam completamente sem criticar os seus desejos deviantes) para com o seu desejo sexual.

A pesquisa se realizou usando várias metodologias, todas voltadas ao reconhecimento de emoções com base na expressão mímica e na avaliação da capacidade de dar-se conta dos próprios sentimentos e verbalizá-los.

Os cientistas insistem em terem resolvido as contradições das pesquisas anteriores. O trabalho mostrou que em pessoas sujeitas a pedofilia, a capacidade de compreender estados emocionais parece permanecer intata (em comparação com a falta desta capacidade em acusados não pedófilos). Porém, os pedófilos costumam sofrer de forte alexitimia, o que leva à conclusão sobre a presença de um defeito de regulação emocional em pessoas que sofrem de forma egosintônica deste transtorno mental.

“Este resultado parece importante, já que uma pessoa que não se dá conta das próprias emoções perde toda uma camada de informação sobre o estado da sua esfera de motivações e necessidades; informação essa que é necessária para a tomada de decisões adequadas. Com forte alexitima, não é só a capacidade de avaliar os seus próprios motivos que sofre, senão também o estado emocional de outros permanece incompreendido ou é compreendido tão só formalmente”, comenta a pesquisa o chefe da Faculdade de Psicologia Jurídica da UEPPM, Nikolai Dvoryanchikov.

Os resultados obtidos pela UEPPM podem ser usados em avaliações de diagnósticos diferenciais de pessoas com pedofilia, ajudar no desenvolvimento de programas de profilaxia e terapêuticos, de medidas de prevenção do crime sexual e de modelos de regulação na prática de peritos.

0
0
Continuar lendo

Espaço

Cientistas desvendam mistério dos cânions de Marte

Uma equipe de pesquisadores descobriu como os cânions na superfície de Marte foram formados.

ubiie Redação

Publicado

em

O resultado da pesquisa foi publicado em um artigo na revista Geology.

Resumindo o estudo liderado pelo especialista em geociências Tim Goudge, o portal Phys.org explica que, há bilhões de anos, a água fluía através da superfície marciana, formando rios que desaguavam em crateras e vastas depressões, dando origem a lagos e mares. Às vezes os lagos recebiam tanta água que transbordavam e causavam “inundações catastróficas”, levando à formação rápida de cânions, provavelmente em questão de semanas.

O portal observa que os cientistas já sabiam que as centenas de crateras marcianas estiveram em certa época cheias de água e que elas têm cânions de saída com centenas de quilômetros de extensão. No entanto, ainda não se sabia se os cânions foram esculpidos gradualmente ou se foram formados de modo repentino por causa das inundações.

Para chegar a essas conclusões, a equipe examinou fotos de alta resolução capturadas pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter, com foco em 24 paleolagos e seus cânions de saída. Os cientistas descobriram uma correlação entre o tamanho do cânion e o volume de água que seria liberado durante uma grande inundação. Se o cânion tivesse sido esculpido gradualmente ao longo do tempo, provavelmente essa relação não se manteria, afirma o estudo.

Segundo Goudge, essas descobertas sugerem que uma série de processos geológicos catastróficos podem ter desempenhado um papel importante na formação da paisagem de Marte e de outros planetas.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
110,68
JPY 0,00%
3,75
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
125,48
JPY 0,00%
4,25
BRL 0,00%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
438.364,72
JPY –0,21%
14.850,32
BRL –0,21%

Tokyo
13°
Fair
SatSunMon
14/2°C
12/5°C
15/7°C

São Paulo
21°
Fair
FriSatSun
min 21°C
31/22°C
32/23°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana