Siga-nos

Brasil

131

Tempo estimado para a leitura: 1minuto(s) e 27segundo(s).

Filhas solteiras do STF recebem pensão de R$ 33,7 mil

A pensão é equivalente ao salário de um ministro de tribunal

ubiie Redação

Publicado

em

As filhas solteiras dos ex-ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) têm direito a receber uma pensão equivalente ao salário de um ministro. A arquiteta Maria Lúcia Rangel de Alckmin, de 74 anos, filha do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) José Geraldo Rodrigues de Alckmin, morto em 1978, recebe R$ 33,7 mil na condição de “filha solteira maior”.

Em 2017, o Tribunal de Contas da União (TCU) chegou a suspender a pensão de Maria Lúcia, após ter sido considerada ilegal a pensão de filhas solteiras maiores de 21 anos que tinham outra fonte de renda. Maria Lúcia é professora do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

No entanto, segundo informa a Gazeta do Povo, a arquiteta recuperou a pensão por decisão liminar do ministro do STF Edson Fachin em dezembro do ano passado. A decisão individual do ministro ainda deve ser analisada pelo plenário do Supremo.

Outra beneficiada pela pensão é a filha do ex-ministro Abner de Vasconcellos, morto de 1972. Ela também recebe uma pensão no mesmo valor, o que corresponde ao salário atual dos ministros do tribunal e o teto remuneratório do serviço público.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Brasil

Boliviana passa mal em ônibus e é presa com quase 800 mil dólares

Após ser atendida, a passageira recebeu alta do hopital e afirmou que iria levar o dinheiro até Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia

ubiie Redação

Publicado

em

Uma mulher de 31 anos foi presa nesta segunda-feira (15) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). A passageira estava em um ônibus que seguia de São Paulo com destino a Campo Grande portando cerca de 800 mil dólares. Ela foi presa em flagrante e levada para a delagacia da Polícia Federal em Campo Grande.

A detenção ocorreu na BR-163 perto de Nova Alvorada do Sul, a 114 km de Campo Grande.

De acordo com o G1, a mulher de nacionalidade boliviana passou mal dentro do ônibus e a PRF foi acionada. Durante o atendimento, os policiais revistaram a mala dela e desconfiaram do volume e do peso. Ao abrir, encontraram 799.500 dólares, divididos em pacotes, o equivalante a quase R$ 3 milhões.

Após ser atendida, a passageira recebeu alta do hopital e afirmou que iria levar o dinheiro até Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia.

0
0
Continuar lendo

Brasil

Ex-coronel da PM é condenado por desvio de R$ 4,5 milhões

Ele foi condenado a 15 anos 6 meses e 20 dias de prisão por peculato

ubiie Redação

Publicado

em

O Tribunal de Justiça Militar condenou nessa segunda-feira (15) o ex-tenente coronel José Afonso Adriano Filho – por unanimidade – a 15 anos 6 meses e 20 dias de prisão. Ele é acusado de desviar mais de 4 milhões de reais do comando da Polícia Militar. O Ministério Público pretende recorrer da decisão para que a pena seja aumentada para 31 anos de prisão.

De acordo com o G1, o ex-tenente nega as acusações. No entanto, ele ficará preso até o trânsito em julgado, quando não há mais possibilidade de recursos na Justiça.

José Afonso Adriano Filho foi condenado pelo crime de peculato. Enquanto funcionário público, ele teria usado o cargo para obter dinheiro ou vantagens pessoais.

O ex-tenente já havia sido condenado em outro processo a 15 anos de prisão por desviar R$ 7 milhões da PM.

José foi demitido da PM em fevereiro deste ano e está preso no Presídio Militar Romão Gomes desde março do ano passado.

O Ministério Público indica que a Empresa Comercial das Províncias recebeu entre 2005 e 2012 quase R$ 4,5 milhões para fornecer material de informática e fazer a manutenção de rede telefônica no quartel-general da PM. A acusação acredita o ex-PM era o dono da empresa e ele próprio teria recebido o dinheiro por serviços que não foram executados.

0
0
Continuar lendo

Política

Refeições de Cunha na prisão não poderão custar mais que R$ 14,43

Prisões do Paraná divulgaram as regras para a licitação de alimentação

ubiie Redação

Publicado

em

Preso desde outubro de 2016, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha deverá ter quatro refeições diárias que não podem custar mais de R$ 14,43 por dia.

De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o Departamento Penitenciário do Paraná publicou na semana passada as regras para a licitação de alimentação de todos os presídios e cadeias do estado.

O edital define que o valor máximo de cada refeição servida não pode ultrapassar R$ 2,50 para café da manhã e lanche e R$ 6 para almoço e jantar.

Ainda segundo o documento, “em datas festivas tais como Natal, Ano Novo, Sexta-Feira Santa e Páscoa, a contratada deverá fornecer cardápio especial, contendo, por exemplo: carnes assadas (frango, peru, chester, pernil, peixes etc.)”.

Cunha deve receber cada marmita com 280 g de arroz, 200 g de feijão, 100 g de proteína e 120 g de complemento (como macarrão, bolinhos, polenta ou farofa). Entre as proteínas, carnes bovinas e de frango devem ser servidas quatro vezes por semana, linguiça uma vez e peixes e ovos a cada 15 dias.

O ex-deputado foi condenado em março de 2017 a 15 anos e quatro meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
112,27
JPY –0,07%
3,73
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
129,92
JPY –0,11%
4,31
BRL –0,04%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
727.415,16
JPY –0,86%
24.136,97
BRL –0,79%

Tokyo
20°
Cloudy
WedThuFri
min 14°C
21/14°C
17/13°C

São Paulo
19°
Cloudy
WedThuFri
27/20°C
27/19°C
22/16°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana