Siga-nos

Mundo

162

Tempo estimado para a leitura: 1minuto(s) e 32segundo(s).

China volta a desvalorizar yuan em meio à disputa comercial com EUA

A desvalorização do yuan, um fator que estimula a exportação da China para os EUA, ocorre em meio à crescente tensão comercial entre Washington e Pequim.

ubiie Redação

Publicado

em

O Banco Popular da China definiu a taxa de paridade central do yuan em relação ao dólar na segunda-feira (16) em 6,6758, enfraquecendo a moeda nacional em 31 pontos básicos em comparação com o dia anterior, informou a agência de notícias Xinhua.

O preço da moeda chinesa no mercado de moeda local pode flutuar até 2% acima ou abaixo do valor estabelecido pelo regulador, de acordo com a agência.

Esta nova desvalorização vem após a queda acentuada de 1,1% na última quinta-feira (12), o dia mais forte desde janeiro de 2016.

Essa depreciação do yuan, um fator que estimula as exportações da China para os EUA, ocorre em meio às crescentes tensões comerciais entre Washington e Pequim em relação às tarifas sobre produtos chineses promovidas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.
Em 15 de junho, os EUA anunciaram a imposição de tarifas de 25% em diferentes importações da China, o equivalente a 50 bilhões de dólares por ano. No mesmo dia, o Ministério do Comércio da China anunciou tarifas contra produtos provenientes dos EUA, semelhante aos impostos por Washington.

Em 18 de junho, Trump ordenou a operacionalização de novas tarifas sobre produtos chineses no valor de 200 bilhões de dólares.

Pequim anunciou na quarta-feira passada (11) que será forçada a retaliar as novas tarifas que Trump está promovendo.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Mundo

Brasileira é sequestrada e estuprada por 4 homens na Itália

ubiie Redação

Publicado

em

Uma brasileira de 40 anos de idade foi sequestrada, agredida e estuprada por quatro homens em Gênova, na Itália, na noite da última quinta-feira (14), data em que foi celebrado o “Dia de São Valentim” em vários países, informou a imprensa italiana neste sábado (16).

O caso ocorreu na via Martiri del Turchino, no popular bairro Cep de Gênova, no apartamento de um italiano, de 50 anos, que contou com a ajuda de três marroquinos, sendo dois de 25 e um de 30 anos, para realizar o crime. Os quatro homens foram detidos pela polícia local. A vítima, que não teve a identidade revelada, foi resgatada pelas autoridades e levada para um hospital da região, onde contou detalhes sobre o episódio.

e acordo com a brasileira, os homens amarraram seus pulsos e tornozelos com uma fita adesiva para evitar sua fuga. No entanto, ela conseguiu se libertar e ligar para um vizinho no meio da noite, que a encontrou “aterrorizada” e com o “rosto inchado”. Ainda conforme o relato, enquanto o vizinho ligava para as autoridades, a vítima ficou escondida atrás de um carro estacionado na frente do prédio, mas os agressores a encontraram e a arrastaram de volta para o apartamento, local onde a polícia a resgatou.

Segundo os agentes, na residência tinha diversas varas, que foram usadas para espancar a mulher. A brasileira ainda revelou que conhecia um dos marroquinos de visitas que fizera a Milão. Ela informou que o homem havia lhe pedido hospitalidade em Gênova por alguns dias. A polícia ainda investiga o caso. (ANSA)

0
0
Continuar lendo

Mundo

Avião com 189 pessoas a bordo derrapa em pista na Indonésia

Não houve feridos; pista teve de ser encerrada temporariamente

ubiie Redação

Publicado

em

Um avião da companhia aérea Lion Air, com 182 passageiros e sete membros de tripulação a bordo, derrapou, neste sábado (16), em uma pista do aeroporto internacional de Supadio, na ilha do Bornéu, Indonésia.

O incidente com o Boeing 737-800NG teria sido causado pelas chuvas intensas que atingem a região.

Ninguém se feriu. A aeronave precisou ser evacuada e a pista encerrada temporariamente, como conta a ‘Reuters’.

Em outubro do ano passado, um avião da mesma companhia caiu no mar, causando a morte de 189 pessoas. Investigações posteriores apontaram a existência de falhas de segurança no avião.

0
0
Continuar lendo

Mundo

Quase 2 mil pessoas evacuadas por causa de bomba da 2ª Guerra Mundial

Artefato estava enterrado, entre o norte de Paris e a cidade vizinha de Saint Denis, desde que foi lançado, em abril de 1944

ubiie Redação

Publicado

em

Cerca de 1.800 moradores do norte de Paris e da cidade vizinha de Saint Denis foram retirados da região, hoje (17), para que as autoridades neutralizassem uma bomba da Segunda Guerra Mundial. O artefato, estava enterrado desde que foi lançado, em abril de 1944.

A operação deverá estar concluída ao início da tarde, uma vez que os especialistas farão explodir a bomba num buraco de sete metros de profundidade, protegido com sacos de terra, para tentar minimizar eventuais impactos.

O artefato também foi transferido do lugar onde foi encontrado, a 70 metros de distância, na manhã deste domingo.

A bomba, de fabricação norte-americana, provavelmente lançada por um avião britânico quando Paris estava ocupada pelos nazistas, na primavera de 1944, foi localizada no último dia 4, durante a execução de obras perto de um dos corredores ferroviários da entrada da capital francesa.

A retirada dos habitantes daquela zona, num perímetro de 300 metros em redor do local onde ocorre a operação, realizou-se entre as 6h e as 8h locais (3h e 5h do Brasil).

Além disso, as autoridades interromperam a circulação de veículos em boa parte das vias rodoviárias que atravessam a área, incluindo uma rodovia. Encerraram também linhas de metrô e trens, afetando ligações de alta velocidade internacionais, com destino a Londres e Bruxelas.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
110,68
JPY 0,00%
3,75
BRL 0,00%
1EUR
Euro. European Union
=
125,48
JPY 0,00%
4,25
BRL 0,00%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
438.364,72
JPY –0,21%
14.850,32
BRL –0,21%

Tokyo
13°
Fair
SatSunMon
14/2°C
12/5°C
15/7°C

São Paulo
21°
Fair
FriSatSun
min 21°C
31/22°C
32/23°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana