Siga-nos

Beleza e Saúde

172

Tempo estimado para a leitura: 2minuto(s) e 56segundo(s).

Conheça os 4 tipos de personalidade com mais dificuldade em perder peso

Sua personalidade pode estar influenciando diretamente nos ponteiros da balança

ubiie Redação

Publicado

em

Se está tentando perder aqueles quilinhos a mais, mas nada parece funcionar, é melhor começar a considerar a influência da sua personalidade, segundo Dana James, nutricionista de celebridades como a atriz Margot Robbie.

No programa norte-americano The Today Show, a nutricionista explicou que detectou uma tendência comum, após analisar milhares de mulheres. “Quero que as mulheres entendam que o fato de uma dieta funcionar ou não, não está unicamente dependente da sua força de vontade”.

“Geralmente o sucesso na perda de peso depende da autoestima da mulher. E certos tipos de mulheres têm maior dificuldade em manter um regime de restrição calórica”.

De acordo com James, estes são os quatro tipos de personalidade que têm mais dificuldade em alcançar e manter a boa forma:

A super mulher

A auto estima desta mulher está diretamente dependente do seu sucesso e conquistas. “É aquela que persegue a excelência. Por isso vai trabalhar mais horas, responder a e-mails às 22 horas e passar os dias em reuniões”, alerta a especialista.

Consequentemente, apesar desta mulher planejar metodicamente seguir uma ‘dieta fantástica’, a vida caótica que leva afeta o processo de perda de peso, fazendo com que pule refeições ou com que coma ‘qualquer’ coisa.

A cuidadora

É carinhosa, leal e tem tendência a colocar os interesses dos que a rodeiam, à frente dos seus, e sobretudo, não gosta de desiludir ninguém.

“Esta mulher nunca faz de si própria a prioridade. É alguém que usa a comida como uma ‘bengala’ e como conforto emocional”, diz a nutricionista.

A femme fatale

Confiante, forte e sedutora, tende a ser obcecada com o corpo a ponto de desenvolver uma relação pouco saudável com a comida. O seu valor está intrinsecamente ligado à sua aparência .

“Tende a ser alguém que restringe muito aquilo que come, e estes períodos de restrição intensa são frequentemente seguidos por episódios de gula e de compulsão alimentar”, afirma James.

A etérea

Espiritual e intuitiva, mas altamente sensível ao ambiente que a rodeia, as mulheres de personalidade etérea tendem a comer como método para acalmar a ansiedade e o estresse que sente.

“Naturalmente ansiosa, é outro tipo de mulher que come sobretudo por motivos emocionais. Sofre muitas vezes de depressão e de retenção de líquidos”, explica a médica.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Beleza e Saúde

Entenda o que ocorre com seu coração durante a prática de exercícios

Especialista conta como a atividade física diária influencia no fortalecimento, crescimento e ritmação do coração

ubiie Redação

Publicado

em

Sabe-se que a prática regular de exercícios físicos, numa média de 150 minutos/semana com intensidade moderada ou 75 minutos/semana com intensidade vigorosa, como o recomendado pela Organização Mundial da Saúde, está diretamente associada a uma boa saúde cardiovascular e também à redução de risco de doenças cardíacas. Mas o que, de fato, acontece com o coração durante alguns minutos de atividade física?

Segundo o cirurgião cardiovascular, Dr. Marcelo Sobral, exercícios como os aeróbicos – aqueles de menor impacto e que são feitos com “respiração normal”, ou seja, sem faltar o fôlego, como correr, caminhar e pedalar – são os mais benéficos à saúde, já que fortalecem os músculos do corpo todo, incluindo o coração, que também é um músculo.

“Durante o exercício, além de ficarem mais fortes, estes músculos crescem e para que haja essa hipertrofia, eles acabam exigindo mais sangue, estimulando a circulação sanguínea em todo o corpo. Neste processo as artérias coronárias ficam mais vigorosas e novos vasos sanguíneos podem ser criados, melhorando a função do coração”, afirma Sobral.

De acordo com o especialista, quando a prática de atividade física é diária e sem exageros, há mudança no padrão dos batimentos cardíacos, que passam a funcionar de forma mais controlada e ritmada. “Ao contrário do que muitos pensam, a aceleração dos batimentos durante o exercício não leva à arritmia cardíaca, mas é altamente benéfica para o organismo já que durante a pratica diversas reações químicas acontecem, como a liberação de hormônios, enzimas e proteínas, ajudando a equilibrar todo o metabolismo”, explica.

Sobral ressalta que antes de se aventurar pela prática de exercícios físicos rotineiros, é importante passar por uma avaliação médica e, no caso de pessoas que já apresentam complicações cardíacas, será indicado o tipo de exercício e sua intensidade ideal. “Além dos benefícios já citados, exercitar-se da forma correta ajudará, independente da idade ou do estado clínico, a tornar veias e artérias mais eficientes, a produzir mais do colesterol bom (HDL) e a melhorar, além da circulação de forma geral, também os níveis de açúcar no sangue e estresse”, conclui o cirurgião.

0
0
Continuar lendo

Beleza e Saúde

Cientistas descobrem analgésico mais forte do que morfina

ubiie Redação

Publicado

em

Cientistas americanos desenvolveram um analgésico considerado mais forte que a morfina, o AT-121, que não causa dependência e efeitos colaterais perigosos, relata a publicação Science Alert.

Com essa nova descoberta, é esperado que o preparado ajude a diminuir o número de mortes causadas pela dependência de medicamentos para tirar a dor e suas sobredosagens.

Somente nos Estados Unidos, em 2012 mais de 16 mil pessoas morreram devido ao uso de paliativos opioides.

O novo composto atua nos receptores opioides, onde os analgésicos tradicionais atuam, e nos receptores da nociceptina, que são moléculas de proteínas nos neurônios do cérebro e que estão envolvidas no desenvolvimento de dependências e vícios.

Testes realizados com macacos em laboratórios mostraram que o AT-121 exercia um efeito analgésico semelhante à morfina em concentrações 100 vezes menores do que o habitual.

Além disso, a droga foi capaz de reduzir o nível de dependência dos animais da oxicodona — um opioide semissintético. Foi também comprovado que altas dosagens de AT-121 não causavam dificuldades respiratórias e distúrbios na atividade do sistema cardiovascular.

Através de futuros testes, que serão realizados em pessoas, os pesquisadores esperam que os resultados sejam confirmados.

2
0
Continuar lendo

Beleza e Saúde

Menina de 5 anos bomba no Instagram com cabelo ‘supervolumoso’

Mia Aflalo tem cabeleira de gente grande

ubiie Redação

Publicado

em

Além da beleza e simpatia, Mia Aflalo, de apenas 5 aninhos conquistou o mercado da moda e a internet por conta da sua vasta cabeleira. Natural de Tel Aviv, Israel, a menina ostenta milhares de seguidores no Instagram e uma série de penteados com o cabelão em evidência.

As madeixas já renderam até um ensaio para edição britânica da revista “Vogue”.

Há quem diga, porém, que o visual de Mia é inapropriado para a sua pouca idade.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
112,37
JPY +0,15%
3,72
BRL +0,02%
1EUR
Euro. European Union
=
128,77
JPY +0,20%
4,26
BRL +0,07%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
719.640,92
JPY –0,11%
23.835,85
BRL –0,24%

Tokyo
17°
Mostly Cloudy
FriSatSun
min 14°C
20/13°C
21/12°C

São Paulo
19°
Partly Cloudy
FriSatSun
23/14°C
19/12°C
21/12°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana