Siga-nos

Mundo

606

Tempo estimado para a leitura: 2minuto(s) e 53segundo(s).

Time de futebol infantil desaparece dentro de caverna na Tailândia

Grupo é composto por 12 crianças e adolescentes, bem como por um adulto, o técnico da equipe

ubiie Redação

Publicado

em

Um grupo de adolescentes integrantes de um time de futebol está preso em um complexo de cavernas alagadas na Tailândia e as equipes de resgate lutam contra o tempo para encontrá-lo com vida, disseram autoridades nesta terça (26).

Os 12 meninos, de entre 11 e 16 anos, e seu técnico de 25 anos ficaram presos no sábado (23) depois que fortes chuvas alagaram o complexo de cavernas em um parque em Chiang Rai, no norte do país.

As equipes de emergência encontraram bicicletas, chuteiras e mochilas na entrada do complexo na segunda-feira (25). A imprensa local citou ainda pegadas em uma parte da caverna. Policiais e soldados foram mobilizados, assim como um apoio aéreo para tentar encontrar outra entrada para o local.

Bombas foram levadas para tentar retirar um pouco da água da caverna, mas chuvas tem caído intermitentemente sobre a área. As autoridades esperam ainda a chegada de um robô submarino para ajudar nas buscas.

O complexo de cavernas tem cerca de 10 quilômetros montanha adentro e as equipes de resgate já cobriram uma área de seis quilômetros, mas ainda não acharam ninguém, afirmou o diretor do parque, Damrong Hanpakdeeniyom.

Segundo ele, os visitantes tem autorização para adentrar até no máximo 700 metros. As autoridades acreditam que o grupo foi para o interior da caverna para se proteger da tempestade e acabou preso em uma cavidade.

“Nós precisamos encontrar as crianças hoje. Nós temos esperança de que elas estão vivas em algum lugar lá dentro”, disse à agência de notícias Reuters o governador da província, Narongsak Osottanakorn.

A imprensa tailandesa disse que o explorador britânico Vern Unsworth, que já visitou a caverna diversas vezes, se juntou à equipe de resgate, assim como seis civis tailandeses que também conhecem o local, , disse a polícia à Reuters.

A caverna Tham Luang, onde os meninos estão presos, é normalmente fechada durante a época de chuvas que vai de maio a outubro, de acordo com o governo.

Nesta terça, familiares colocaram frutas, sobremesas, bebidas e doces em tapetes perto da caverna como uma oferenda aos espíritos que algumas pessoas acreditam proteger a floresta. “Volta para casa”, disse uma mãe angustiada. “Mamãe está aqui para te buscar”.

1
0
Clique para comentar
Publicidade

Mundo

Máscara hidratante ‘nuclear’ com retrato de Kim Jong-un está sumindo das prateleiras

Na véspera da falada visita do líder norte-coreano a Seul, que deverá marcar um avanço nas difíceis relações intercoreanas, Kim não está apenas nos pensamentos das pessoas, algumas delas o colocam literalmente em seus rostos.

ubiie Redação

Publicado

em

Um novo cosmético, que tem Kim como seu embaixador, promete aos beautiholics melhorar as imperfeições da pele. A “máscara hidratante nuclear”, lançada por um fabricante local, chegou nas prateleiras da Coreia do Sul, conhecida por sua desenvolvida indústria de produtos de beleza — informa o South China Morning Post.

A mídia, citando a empresa sul-coreana, relata que os varejistas venderam mais de 25 mil embalagens da nova máscara, que custa US$ 3,5 (R$ 13.7) por unidade.

O cosmético popular, chamado de “máscara nuclear”, apresenta um retrato de Kim Jong-un com um pano branco no rosto junto com slogans de estilo autoritário, como “vida longa para a hidratação da pele de todas as mulheres do Norte e do Sul!” e “água mineral da Montanha Baekdu torna a pele forte!”.

Diz-se que o produto contém água de nascente da Montanha Baekdu, que fica na fronteira entre a China e a Coreia do Norte, onde Kim Jong-un e o presidente sul-coreano Moon Jae-in realizaram uma cúpula em setembro e posaram para uma foto histórica.

Estas máscaras com o retrato de Kim Jong-un estão sumindo das prateleiras na Coreia do Sul. Chamadas de “máscaras nucleares”, permitem aliviar a tensão da pele, hidratando-a com água mineral da Montanha Baekdu, informa o fabricante

Muitos compradores satisfeitos dizem que Kim Jong-un, muitas vezes chamado de ditador e tirano, está engraçado na imagem da embalagem. Curiosamente, “incitar ou propagar atividades de organizações antigovernamentais” ou elogiar o governo da Coreia do Norte é proibido na Coreia do Sul.

Segundo a imprensa local, durante a cúpula dos chefes de Estado realizada em setembro, Kim Jong-un prometeu visitar a Coreia do Sul “o mais breve possível”. Mais tarde, o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, declarou que a viagem anunciada do líder norte-coreano poderia ser realizada ainda este ano.

O encontro de setembro foi o terceiro encontro entre Kim e Moon. As duas partes assinaram um acordo militar para terminar os exercícios de artilharia em larga escala e os voos militares perto da zona desmilitarizada na fronteira entre as duas Coreias.

0
0
Continuar lendo

Mundo

1 tonelada de chocolate invade ruas de cidade alemã

Um “rio” de chocolate invadiu as ruas de Werl, na Alemanha, após mau funcionamento em uma fábrica local. Cerca de uma tonelada de chocolate teve que ser limpa das ruas da cidade. Foi necessário o trabalho de 25 pessoas e mais de duas horas para resolver o problema.

ubiie Redação

Publicado

em

“Nós recolhemos tudo isso com pás”, explicou à agência DPA, nesta terça-feira (11), Karsten Korte, chefe do corpo voluntário de bombeiros.

Segundo a agência DPA, as razões do vazamento na fábrica não estão claras, porém é provével que tenha havido alguma falha técnica nos equipamentos.
Para remover o chocolate que grudou no asfalto os bombeiros usaram água quente e maçaricos. A medida foi para que a rua não ficasse escorregadia para os carros.

Todo o chocolate foi jogado fora e nada foi consumido pelos voluntários, segundo assegurou Karsten Korte à mídia alemã.

0
0
Continuar lendo

Mundo

‘Cansado de comer carne humana’: corte sul-africana prende para sempre 2 canibais

Dois sul-africanos acusados de canibalismo foram sentenciados à prisão perpétua por assassinato na quarta-feira (12). De acordo com o juiz, os dois cidadãos são culpados pelo “crime mais hediondo”, comunica The Guardian.

ubiie Redação

Publicado

em

O juiz Peter Olsen sentenciou Nino Mbatha, de 33 anos, e Lungisani Magubane, de 32 anos, à prisão perpétua pelo assassinato de Zanele Hlatshwayo no ano passado, de acordo com a edição.

O curandeiro Mbatha decidiu se entregar à polícia de Estcourt, cidade na província de KwaZulu-Natal, segundando um saco com uma perna e uma mão humanas. O curandeiro confessou aos policiais estar “cansado de comer carne humana”.

Os policiais não acreditaram na história até visitarem a casa do curandeiro, onde havia mais partes humanas. A corte descobriu que Hlatshwayo, de 24 anos de idade, foi morta para ser comida, de acordo com mídia local.

Residentes furiosos se reuniram do lado de fora da corte para protestar contra o terrível assassinato. A África do Sul não possui lei direta contra o canibalismo, mas mutilação de cadáveres e possessão de tecido humano são ofensas criminais.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
113,64
JPY +0,06%
3,91
BRL +0,48%
1EUR
Euro. European Union
=
128,12
JPY –0,72%
4,41
BRL –0,30%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
370.718,56
JPY –0,40%
12.755,97
BRL +0,01%

Tokyo
Mostly Cloudy
FriSatSun
min 3°C
9/1°C
11/5°C

São Paulo
30°
Fair
FriSatSun
33/21°C
33/21°C
31/22°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana