Siga-nos

Brasil

282

Tempo estimado para a leitura: 3minuto(s) e 15segundo(s).

Gleisi culpa Lava Jato e Moro por ataque contra acampamento pró-Lula

Presidente do PT gravou vídeo condenando o ato, que deixou dois feridos em Curitiba

ubiie Redação

Publicado

em

Em vídeo postado nas redes sociais na manhã deste sábado (28), a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), condenou os tiros que atingiram dois petistas no acampamento em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e culpou a Operação Lava Jato pelo recrudescimento dos “ataques fascistas” contra os apoiadores de Lula.

No vídeo, Gleisi diz que o ataque “é resultado desse processo construído de perseguição contra o presidente Lula, contra o PT, contra os movimentos de esquerda”. “A Lava Jato e o juiz Sérgio Moro, que coordena essa tarefa, têm responsabilidade objetiva nisso, assim como a grande mídia, que dia após dia, incita o ódio contra Lula, contra o PT, e acontecem essas coisas que estamos vendo aqui”, declarou. Para Gleisi, os políticos que estimulam a violência também são responsáveis pelos ataques dos últimos meses.

A senadora contou que está a caminho do Chile, onde participará da reunião com a frente de esquerda de vários países e com a ex-presidente chilena Michele Bachelet. Ela afirmou que aproveitará o encontro para fazer uma “denúncia internacional” das ações contra os petistas. “Está ficando cada vez mais feio para o Brasil essa situação”, afirmou.

Mais cedo, a Comissão Executiva Nacional do PT divulgou nota repudiando o ataque a tiros contra o acampamento pró-Lula em Curitiba e chamou o episódio de “atentado político”. Os petistas reclamaram que não é a primeira vez que os apoiadores do ex-presidente, agora preso na Superintendência da Polícia Federal no Paraná, sofre um ataque “fascista”.

“O ataque é mais um episódio de violência política contra a democracia e acontece um mês depois de tiros terem atingido ônibus da caravana Lula Pelo Brasil no interior do Paraná. Até agora não foram presos os autores dos disparos feitos no mês passado e tampouco os desta madrugada”, criticou a cúpula do PT.

Segundo a nota, foram disparados mais de 20 tiros que deixaram um integrante do acampamento Marisa Letícia em estado grave no hospital em virtude de um tiro no pescoço e outra vítima atingida por estilhaços. Os petistas afirmaram que após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, “aumentaram os ataques e assassinatos contra lideranças sociais no campo e na cidade”, entre elas a morte da vereadora do PSOL Marielle Franco, e atacaram a suposta “omissão conivente” das autoridades e da imprensa que “silencia ante a barbárie crescente”.

“O mundo inteiro conhecerá mais um crime político que se cometeu no Brasil depois do golpe. O Partido dos Trabalhadores exige punição imediata dos criminosos. Chega de conivência! Basta!”, finalizava a mensagem da Executiva do PT.

O acampamento chega a sua terceira semana instalado nas imediações da PF em Curitiba. A organização da “Vigília Lula Livre” disse que houve hoje (28) uma tentativa de homicídio “motivada pelo ódio e provocação de quem não aceita que a vigília é pacífica”. Os petistas afirmam que no feriado de 1º de Maio farão um evento “com presença massiva” e que não se intimidarão com os ataques. Os petistas também cobraram da Secretaria Estadual de Segurança a identificação dos autores do atentado.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Política

Ernesto Araújo será ministro das Relações Exteriores de Bolsonaro

Diplomata é diretor do departamento responsável por relações com os EUA no Itamaraty

ubiie Redação

Publicado

em

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou que o embaixador Ernesto Araújo será seu ministro das Relações Exteriores.

“A política externa brasileira deve ser parte do momento de regeneração que o Brasil vive hoje. Informo a todos a indicação do Embaixador Ernesto Araújo, diplomata há 29 anos e um brilhante intelectual, ao cargo de Ministro das Relações Exteriores”, escreveu Bolsonaro em uma rede social.

Araújo é diretor do Departamento dos Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos.

A escolha de um chanceler era vista como prioridade da semana para a equipe de transição.

Bolsonaro já coleciona algumas polêmicas em Relações Exteriores. A primeira delas se deu após ter anunciado que transferiria a embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém.

A promessa de campanha acabou sendo revista pelo presidente eleito, que disse semana passada que isso ainda não está definido.

Porém, a intenção de fazer o mesmo que o governo dos EUA de Donald Trump já trouxe impacto negativo para o Brasil. A comunidade árabe, com quem o país tem estreita relação comercial, especialmente na exportação de carnes, mostrou preocupação.

A viagem de uma comitiva brasileira ao Egito foi cancelada de última hora. No meio diplomático, isso foi visto como retaliação às declarações de Bolsonaro.

O presidente eleito também teve de rever declarações que fez sobre a China, um dos principais parceiros comerciais do Brasil. Ele vinha dizendo que os chineses queriam comprar todo o território brasileiro e ameaçou interromper os negócios com o país asiático.

Depois de encontro com embaixador chinês, ele deu entrevistas dizendo que manteria os negócios, mas sem viés ideológico.

Houve ainda um impasse com a Noruega depois que seu futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que o país escandinavo tinha muito a aprender com o Brasil sobre preservação.

A Noruega é o principal financiador internacional para a preservação da floresta amazônica. As declarações do aliado de Bolsonaro levaram à reação do embaixador norueguês no Brasil que, pelo Twitter.

Nils Martin Gunneng disse ter orgulho da parceria com o Brasil, que dura dez anos.

0
0
Continuar lendo

Política

Corte Especial do STJ deve julgar recurso de Lula no dia 5 de dezembro

No agravo, Lula contesta decisão da ministra Maria Thereza de Assis Moura, que negou o envio de um recurso extraordinário para o Supremo Tribunal Federal (STF)

ubiie Redação

Publicado

em

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve julgar no dia 5 de dezembro um agravo regimental (recurso) apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso e condenado no âmbito da Operação Lava Jato.

No agravo, Lula contesta decisão da ministra Maria Thereza de Assis Moura, vice-presidente do STJ, que negou o envio de um recurso extraordinário para o Supremo Tribunal Federal (STF).

O julgamento da Corte Especial do STJ vai se concentrar em questões processuais e técnicas, ou seja, os ministros vão discutir se o recurso extraordinário de Lula deve ir ou não ao Supremo, sem avançar em questões de mérito.

0
0
Continuar lendo

Brasil

Brasil registra mais de 38 mil mortes violentas em nove meses

Só em setembro, o país registrou 3.721 homicídios

ubiie Redação

Publicado

em

O Brasil teve mais de 38 mil mortes violentas nos primeiros nove meses deste ano. Só em setembro, o país registrou 3.721 homicídios. Esse número ainda pode aumentar, já que dois estados, Maranhão e Paraná, não divulgaram dados desse mês.

De acordo com informações da ferramenta criada pelo G1, os números contabilizados são referentes a homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

Procurados, os estados do Maranhão e Paraná justificaram o porquê não divulgaram o balanço de setembro, além de outros meses. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública maranhense, os dados de setembro ainda estão sendo consolidados e só deverão ser divulgados no fim do ano, “obedecendo ao prazo de três meses legalmente estabelecido”.

Já o Paraná, segundo a Secretaria de Segurança Pública, os dados (dos três meses) ainda estão sendo tabulados para posterior homologação e divulgação.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
112,72
JPY –0,75%
3,74
BRL –1,29%
1EUR
Euro. European Union
=
128,56
JPY –0,05%
4,26
BRL –0,59%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
628.064,37
JPY –1,06%
20.814,12
BRL –1,61%

Tokyo
12°
Cloudy
FriSatSun
min 10°C
19/10°C
16/11°C

São Paulo
24°
Mostly Cloudy
FriSatSun
25/16°C
27/19°C
31/19°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana