Siga-nos

Mundo

281

Tempo estimado para a leitura: 2minuto(s) e 49segundo(s).

Madri, Paris e outras seis cidades europeias se unem contra o Airbnb

Foi pedido que a empresa seja forçada a revelar a identidade dos proprietários que oferecem as locações

ubiie Redação

Publicado

em

Madri, Barcelona, Paris e outras cinco cidades europeias se uniram para cobrar medidas que evitem os efeitos negativos do aluguel turístico. Os países querem que a Comissão Europeia obrigue a plataforma Airbnb a compartilhar dados de seus clientes. Isso poderia acabar com o negócio de locação, pois a empresa cobra um percentual da reserva e poderia perder receita se os turistas passassem a entrar em contato direto com os locadores.

O aluguel de apartamentos por meio do Airbnb foi uma revolução no setor. As prefeituras de Madri, Barcelona, Paris, Bruxelas, Cracóvia, Viena, Reikjavik e Amsterdã estão envolvidas na nova proposta. Foi pedido que a empresa seja forçada a revelar a identidade dos proprietários que oferecem as locações.

Representantes das cidades enviarão uma carta a Bruxelas, declarando o desejo de manter o equilíbrio entre o fluxo de turistas e a proteção dos moradores dos bairros afetados pela inda e vinda de pessoas. Berlim e Londres não estavam presentes na reunião, mas também receberão a proposta, para caso queiram apoiá-la.

A Airbnb não foi convidada e emitiu um comunicado oficial, declarando que “trabalha com mais de 300 prefeituras para esclarecer as regras dos alugueis administrados. Enquanto outras empresas, como a HomeAway, TripAdvisor, Expedia e Booking.com não fazem nada, nós defendemos um crescimento responsável”.

O vice-prefeito de Amsterdã argumentou que a proposta não é nada disparatada. “Em virtude da proteção de dados, o Regulamento Europeu permite que o Airbnb e as demais mantenham o anonimato do responsável pela casa e dos endereços no aluguel. Todos os produtos têm normas de qualidade e só pedimos o mínimo exigível: um registro com um número para saber quem aluga, que pode ser incluído na página da Internet da empresa”, declarou. O problema, para ele, não é o turismo, e sim o grande volume de visitantes. Em 2008, Reikjavik recebeu 450 mil pessoas, mas agora são 2,5 milhões anualmente. “Sem regulamentação, será inabitável”, afirmou Sigurdur Bjorn Blondal, vice-prefeito da cidade.

0
0
Clique para comentar
Publicidade

Mundo

Avião com 189 pessoas a bordo derrapa em pista na Indonésia

Não houve feridos; pista teve de ser encerrada temporariamente

ubiie Redação

Publicado

em

Um avião da companhia aérea Lion Air, com 182 passageiros e sete membros de tripulação a bordo, derrapou, neste sábado (16), em uma pista do aeroporto internacional de Supadio, na ilha do Bornéu, Indonésia.

O incidente com o Boeing 737-800NG teria sido causado pelas chuvas intensas que atingem a região.

Ninguém se feriu. A aeronave precisou ser evacuada e a pista encerrada temporariamente, como conta a ‘Reuters’.

Em outubro do ano passado, um avião da mesma companhia caiu no mar, causando a morte de 189 pessoas. Investigações posteriores apontaram a existência de falhas de segurança no avião.

0
0
Continuar lendo

Mundo

Quase 2 mil pessoas evacuadas por causa de bomba da 2ª Guerra Mundial

Artefato estava enterrado, entre o norte de Paris e a cidade vizinha de Saint Denis, desde que foi lançado, em abril de 1944

ubiie Redação

Publicado

em

Cerca de 1.800 moradores do norte de Paris e da cidade vizinha de Saint Denis foram retirados da região, hoje (17), para que as autoridades neutralizassem uma bomba da Segunda Guerra Mundial. O artefato, estava enterrado desde que foi lançado, em abril de 1944.

A operação deverá estar concluída ao início da tarde, uma vez que os especialistas farão explodir a bomba num buraco de sete metros de profundidade, protegido com sacos de terra, para tentar minimizar eventuais impactos.

O artefato também foi transferido do lugar onde foi encontrado, a 70 metros de distância, na manhã deste domingo.

A bomba, de fabricação norte-americana, provavelmente lançada por um avião britânico quando Paris estava ocupada pelos nazistas, na primavera de 1944, foi localizada no último dia 4, durante a execução de obras perto de um dos corredores ferroviários da entrada da capital francesa.

A retirada dos habitantes daquela zona, num perímetro de 300 metros em redor do local onde ocorre a operação, realizou-se entre as 6h e as 8h locais (3h e 5h do Brasil).

Além disso, as autoridades interromperam a circulação de veículos em boa parte das vias rodoviárias que atravessam a área, incluindo uma rodovia. Encerraram também linhas de metrô e trens, afetando ligações de alta velocidade internacionais, com destino a Londres e Bruxelas.

0
0
Continuar lendo

Mundo

Airbus encerra produção do avião gigante A380

O último modelo será entregue em 2021

ubiie Redação

Publicado

em

A fabricante europeia Airbus anunciou nesta quinta-feira (14) que deixará de produzir o A380, o maior avião de passageiros do mundo. Em comunicado, a empresa informou que fará entregas dos últimos exemplares em 2021. A decisão foi tomada após o maior cliente da aeronave, a Emirates, reduzir pedidos e ainda substituir o A380 por modelos menores e mais econômicos.

O A380 já havia sido abandonado pelas principais companhias aéreas. No entanto, sua produção chegou a ser mantida graças a uma redução da fabricação. “Como resultado dessa decisão, não temos uma carteira de pedidos substancial do A380 e, portanto, nenhuma base para sustentar a produção, apesar de todos os esforços de vendas com outras companhias aéreas nos últimos anos. Isso levou ao fim das entregas do A380 em 2021”, disse o presidente da Airbus, Tomas Enders. A gigante aérea disse que o impacto da decisão foi “amplamente incorporado” nos resultados da empresa em 2018, que mostraram um lucro líquido para 2018 de 3 bilhões de euros, um aumento de quase 30% em relação ao ano anterior.

Além disso, a Airbus informou que entregará entre 880 e 890 novas aeronaves comerciais este ano.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
110,54
JPY –0,03%
3,72
BRL +0,50%
1EUR
Euro. European Union
=
125,25
JPY +0,28%
4,21
BRL +0,81%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
414.755,10
JPY +2,87%
13.952,47
BRL +3,38%

Tokyo
Partly Cloudy
MonTueWed
min 5°C
12/6°C
17/7°C

São Paulo
25°
Partly Cloudy
MonTueWed
28/21°C
28/20°C
29/21°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana