Siga-nos

Tecnologia

448

Tempo estimado para a leitura: 2minuto(s) e 36segundo(s).

Apple se une a grupo para criar tecnologia de compressão de vídeo mais eficiente

ubiie Redação

Publicado

em

A Apple acaba de se unir à Alliance for Open Media, grupo formado por várias gigantes da tecnologia como Amazon, Google, Facebook, Netflix, Hulu e Intel, com o objetivo de, juntas, criarem uma nova tecnologia de compressão de vídeos chamada AV1.

O AV1 será mais eficiente do que as tecnologias atuais, e as gigantes pretendem torná-lo o codec padrão da indústria em um futuro próximo. A Maçã não anunciou sua entrada para a aliança oficialmente, mas o nome da companhia foi discretamente adicionado à lista de empresas participantes no site do projeto.

Segundo o Alliance for Open Media, o novo codec será livre de direitos autorais e de código aberto, com o objetivo final de unificar a indústria de mídia rumo a um futuro universalizado. Isso porque, atualmente, as fabricantes de dispositivos e softwares usam padrões diferentes, e quem sai lesado, aqui, acaba sendo o consumidor, muitas vezes.

A Google, por exemplo, usa o VP9 para vídeos 4K, padrão este que não é suportado pelo navegador Safari, da Apple. Isso significa que, ao abrir o YouTube no Safari, o usuário não consegue assistir a vídeos na resolução 4K, precisando usar o Chrome para isso. Portanto, um codec universal beneficiará tanto as companhias, quanto os usuários, no final das contas.

A aliança entre as gigantes da indústria tecnológica começou em 2015, com o Facebook aceitando fazer parte dela em novembro de 2017. Agora, com a chegada da Apple, espera-se que a coisa caminhe ainda mais rapidamente rumo à criação do AV1.

1
0
Clique para comentar
Publicidade

Espaço

‘Ficaremos lá’: EUA pretendem enviar de novo astronautas à Lua e os deixar lá

No ano 2024 os EUA pretendem enviar astronautas à Lua e os deixar no satélite da Terra por algum tempo, declarou o vice-presidente Mike Pence.

ubiie Redação

Publicado

em

“Nesta vez, quando formos à Lua, não realizaremos uma visita, mas ficaremos lá”, disse Pence em uma entrevista ao canal CBS.

Segundo ele, Washington é “cem por cento” fiel a esse objetivo e a experiência da Lua vai ajudar no envio do homem a Marte. O vice-presidente também sublinhou que a administração Trump apoia o programa da NASA de regresso à Lua, Ártemis.

“Compreendemos que quando formos a Marte, e os norte-americanos irão a Marte, vamos precisar de desenvolver novas tecnologias, novo equipamento e obter nova experiência, algo que nós só podemos obter na Lua”, disse Pence, adicionando que esta é só uma das razões por que o objetivo dos EUA é fazer voltar os astronautas norte-americanos à Lua e, em cinco anos, voar para Marte.

O vice-presidente também disse que espera conseguir ver na sua vida o pouso dos norte-americanos em Marte.

“Não acho que possa haver quaisquer dúvidas de que iremos a Marte ainda na nossa geração”, disse Pence, destacando que a questão básica é o regresso à Lua, o desenvolvimento de novas tecnologias e novos métodos “para a presença do homem em outro planeta a longo prazo.”

Pouco tempo antes, surgiu a informação de que os EUA terminaram o desenvolvimento da nave especial de uso múltiplo Orion e tencionam enviá-la para um voo em torno da Lua no âmbito da missão Ártemis.


Rover Curiosity da NASA visto na superfície de Marte em 31 de maio de 2019

A missão recebeu seu nome em homenagem à deusa grega da Lua, que também era irmã de Apollo – o nome do anterior programa da NASA em que se realizou o primeiro pouso do homem na Lua.

0
0
Continuar lendo

Tecnologia

Aplicativo que envelhece ameaça a privacidade: “Não usem”

Não é a primeira vez que o aplicativo é alvo de suspeitas

ubiie Redação

Publicado

em

O aplicativo FaceApp se tornou a grande sensação do momento, levando milhões de pessoas por todo o mundo a usarem a tecnologia de reconhecimento facial para mostrarem aos seus amigos como seriam se fossem mais velhos ou mais novos.

Porém, também têm surgido vários avisos e suspeitas de roubo de dados privados através da FaceApp, notícias que foram recebidas com alguma apreensão dado que o aplicativo lidera as tabelas do Google Play e da App Store. Estas preocupações não são de agora e já duram desde 2017, quando o FaceApp também fez sucesso com outro filtro de imagem.

Segundo a ABC Austrália, o app foi criada por developers russos entre os quais Yaroslav Goncharov, que em 2017 contou que o app fazia uso de “redes neurais para modificar qualquer fotografia ao mesmo tempo que a mantinha fotorrealista”. Apesar de ser bem-sucedida naquilo que se propõe a fazer, o FaceApp se tornou o alvo de especialistas em privacidade que apontaram que o aplicativo “pedia mais direitos daquilo que precisava para oferecer o serviço”.

“A resposta curta: não usem”, afirmou o presidente da Fundação de Privacidade da Austrália, David Vaile. “É impossível dizer o que acontece quando carrega [uma fotografia] e isso é um problema. Eles dizem que permite o envio para qualquer lugar e para quem queira, desde que haja uma ligação podem fazer muita coisa”.

O FaceApp alcançou novamente o status de viral do momento mas, dado que voltou a levantar questões sobre privacidade, é natural que volte a ser visto com desconfiança.

0
0
Continuar lendo

smartphone

Preparado para os próximos iPhones? Vídeo revela o novo design

Faltam pouco mais de dois meses até à apresentação oficial dos aparelhos da Apple

ubiie Redação

Publicado

em

Com a apresentação oficial dos próximos iPhones prevista para o mês de setembro é natural que a Apple já se tenha decidido qual será o design de seus novos smartphones. Oficialmente ainda envolvidos em certo mistério, há quem já se disponha a mostrar os designs.

Um deles é o youtuber Marques Brownlee, conhecido como MKBHD, que compartilhou um vídeo onde revela os designs do iPhone 11, o iPhone 11 Max e o iPhone 11R a partir de um molde disponível para fabricantes de capas protetoras. Vale destacar que estes ainda não são oficialmente os nomes dos próximos smartphones da Apple, sendo no entanto uma forma simples do youtuber se referir aos sucessors do iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR.

O grande destaque do vídeo vai para a câmara traseira, agora com três sensores. Ainda que seja uma importante melhoria, Brownlee nota que o design deverá não ser do agrado de todos. Melhor mesmo é ver o vídeo.

0
0
Continuar lendo
Publicidade
1USD
United States Dollar. USA
=
108,12
JPY +0,20%
3,77
BRL +0,66%
1EUR
Euro. European Union
=
120,54
JPY –0,30%
4,20
BRL +0,16%
1BTC
Bitcoin. Crypto-currency
=
1.078.222,24
JPY –3,25%
37.554,83
BRL –2,78%

Tokyo
25°
Mostly Cloudy
TueWedThu
min 23°C
31/24°C
31/24°C

São Paulo
23°
Fair
TueWedThu
26/14°C
27/14°C
25/14°C

Arquivos

Facebook

Publicidade

Mais vistas da semana